›› Episódio: Nem tudo que reluz é purpurina
O fim do mês chegou e as contas acabaram antes do salário, motivo de comemoração para Bebel (Guta Stresser) e Agostinho (Pedro Cardoso). Ela também está animada por finalmente conseguir juntar algum dinheiro na poupança da filha que está para nascer. O futuro papai valoriza, afirmando que a economia é fruto do trabalho dobrado que teve com seu táxi, mas Bebel lembra que as horas extras no salão ajudaram. A alegria do casal dura pouco, até aparecer Beiçola, (Marcos Oliveira) cobrando o aluguel atrasado; e Paulão (Evandro Mesquita), exigindo o pagamento pelos serviços prestados em sua oficina mecânica.

Desanimada, Bebel se queixa com Nenê (Marieta Severo) e Lineu (Marco Nanini) discutindo sobre como será o futuro da filha. Mas na casa dos Silva o mês também fechou no negativo. Gina (Natália Lage) reclama dizendo que Tuco (Lucio Mauro Filho) está sempre dependendo do dinheiro dos pais e ele concorda lembrando que é DJ do Clube Paivense, que nunca realiza festas. Gina, então, tem a idéia de organizar um evento para o público gay. Marilda (Andrea Beltrão) e Bebel (Guta Stresser) gostam da proposta, mas a manicure lembra que Agostinho será contra. Eles resolvem, então, não contar para o taxista. Beiçola, porém, descobre a festinha e decide se queixar na reunião da associação de moradores. Paulão concorda com o pasteleiro, mas Lineu defende, dizendo que estão em um país democrático e que não vai tomar nenhuma atitude baseada em discriminação.

O episódio vai ao ar após o "Globo Repórter" e tem redação de Adriana Falcão e Marcelo Gonçalves. A direção geral é de Maurício Farias.