›› Episódio: A Bonequinha do Papai
Na oficina, Paulão (Evandro Mesquita) se queixa com Agostinho (Pedro Cardoso), avisando que o carro do taxista tem tantos problemas que só um milagre resolveria. Agostinho explica que pode pagar pelo “milagre” com um cheque pré-datado. No meio do bate papo, chega Plínio (João Miguel), um outro taxista, que ao contrário de Agostinho tem um carro novo, uma clientela invejável e fala inglês. Plínio lembra a Agostinho que os dois devem se encontrar no dia seguinte, no curso para gestantes, que Bebel (Guta Stresser) os inscreveu. Quando Plínio vai embora, Agostinho fala mal dele. Paulão diz que Agostinho está com inveja, mas o taxista não admite e resolve tirar a história a limpo com Bebel.

Chegando em casa, Agostinho se depara com Bebel sonhando com o quartinho de sua filha. Ele vai logo avisando que não terão dinheiro para a decoração já que Bebel decidiu se inscrever no curso para gestantes sem consultá-lo. Bebel explica que Josi (Emanuelle Araújo), esposa do Plínio, foi quem deu a dica e contou que a amiga elogiou a solicitude e dedicação do marido. Para não ficar por baixo, Agostinho aceita fazer o curso, mas fica pensando como conseguirá o dinheiro para a inscrição. É quando se depara com Gina (Natalia Lage) e Tuco (Lucio Mauro Filho) e lhes faz um convite irrecusável: serem padrinhos de sua filha. Os dois ficam emocionados e aceitam, sem saber das reais intenções de Agostinho. Desta maneira então, Agostinho “ganha de presente” o dinheiro que precisava para o curso de gestantes.

Mas o que Tuco e Gina nem imaginam é que Agostinho já fez o mesmo convite para um monte de padrinhos para conseguir juntar a quantia que precisava. No curso de gestantes, Agostinho terá que provar que tem tudo para ser um bom pai.

O episódio tem redação de Max Mallmann, Nilton Braga e Marcelo Gonçalves. A direção geral do programa é de Maurício Farias.