Esta sexta-feira amanheceu mais triste para o mundo da dramaturgia com o falecimento dos atores Rubens de Falco e Oswaldo Louzada.

Confira abaixo a íntegra do comunicado enviado pela Rede Record sobre o falecimento de Rubens de Falco:

"É com profundo pesar que a direção da RECORD recebeu a notícia do falecimento do ator Rubens de Falco. O ator, que ficou conhecido por sua atuação nas duas versões de A Escrava Isaura, teve uma participação fundamental no sucesso da novela com notório reconhecimento da crítica e do público. Na trama da RECORD, Rubens de Falco deu vida ao Comendador Almeida, pai do cruel Leôncio. A Escrava Isaura tornou-se um marco da produção de novelas da RECORD e o ator contribuiu na formação do alicerce da nossa teledramaturgia. Neste momento, expressamos nossa solidariedade à família e aos amigos de Rubens de Falco."

Abaixo segue texto integral do comunicado enviado pela Central Globo de Comunicações sobre a morte de Oswaldo Louzada:

"A TV Globo informa o falecimento de Oswaldo Louzada, na madrugada desta sexta-feira, dia 22, no hospital Copa D’Or, em Copabana, no Rio de Janeiro, em decorrência de falência múltipla dos órgãos, proveniente de uma pneumonia. Louzada, que tinha 95 anos, nasceu no Rio de Janeiro, em 12/04/1912.

Sua carreira começou em São Paulo, quando, em 1944, Louzada fez parte do elenco de rádio-teatro da Rádio Panamericana sob direção de Oduvaldo Vianna. Nesse mesmo ano, o ator participou do filme “É Proibido Sonhar”. Louzada ainda atuou em mais de 20 filmes, entre eles grandes sucessos como “O Assalto ao Trem Pagador”, de Roberto Farias.

Em 1971, o ator fez seu primeiro trabalho na TV Globo e participou de 16 novelas e cinco minisséries, além de muitos Casos Especiais e programas de humor. Entre as obras que atuou estão as novelas Estúpido Cupido, Locomotivas, Cabocla (1ª versão) e Vamp; e as minisséries O Tempo e o Vento, O Primo Basílio, Desejo, Engraçadinha e O Quinto dos Infernos. Em 2003, na novela Mulheres Apaixonadas, Louzada emocionou o país, interpretando ao lado da atriz Carmen Silva, um casal de idosos maltratado pela neta, interpretada por Regiane Alves. Seus últimos trabalhos na TV foram no programa Sob Nova Direção.

Louzadinha, como era conhecido pelos amigos, será velado na Capela 2 do Cemitério São João Batista. O sepultamento será no mesmo local às 17h."