O Eurochannel estréia na segunda-feira, dia 2 de junho, às 22h, a minissérie "De Gaulle: O Grande Charles". O segundo e último episódio da produção será exibido no dia 9 de junho, às 22h. Quando Charles de Gaulle renunciou à presidência da França, em 1969, certamente muitos já tinham consciência da dimensão que seu nome teria na história do país.

De prisioneiro na Primeira Guerra Mundial a líder das tropas de resistência do país contra a Alemanha de Hitler, quando manteve relações difíceis com Churchill e Roosevelt, o general assumiu o governo provisório da França após a expulsão dos nazistas, em 1944. Em 1946 deixou o poder após vários conflitos com a oposição e, em 1952, decidiu abandonar de vez a política. Com a rebelião militar na Argélia, em 1958, ele foi convocado para formar um novo governo, do qual se elegeu presidente.

Mesmo tendo de lutar contra vários adversários em sua própria terra, De Gaulle entrou para a história ao conceder a independência à Argélia, em 1962. Após reprimir violentamente as manifestações estudantis do célebre “Maio de 1968”, De Gaulle foi obrigado a afrouxar o pulso. Depois de sua renúncia à Presidência, no ano seguinte, ele se retirou para uma aldeia no nordeste da França, onde morreu pouco tempo depois.