O programa "Salto para o Futuro" é exibido de segunda a sexta, às 19h, pela TV Escola. Nesta semana, a série tem por objetivo debater diversas questões relacionadas à presença do esporte na sociedade contemporânea e apresentar os principais desafios que se impõem àqueles que trabalham com a temática no cotidiano escolar. Os programas são reprisados de segunda a sexta, às 5h, 11h e às 15h. Confira abaixo os destaques para esta semana.

Competições Esportivas: Importância e Polêmicas
Segunda-feira

"O importante é competir… será?" As competições esportivas são as facetas mais conhecidas das práticas esportivas, tanto no cenário escolar quanto fora dele. Muitas são as escolas que organizam jogos, olimpíadas ou torneios distintos. Esses eventos são sempre cercados de polêmicas. Deve a escola reproduzir a mesma lógica do campo esportivo? Como a escola deve tratar pedagogicamente a questão da competição? É papel da escola selecionar os melhores talentos? O que fazer com os talentos que surgem? Da mesma forma, a instituição escolar não pode e não deve deixar de dialogar com a realização de Copas do Mundo de Futebol, Jogos Olímpicos e, especificamente nesse ano de 2007, com os Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro. O que as grandes competições mundiais trazem de contribuição para a população? Neste primeiro programa da série, estes e outros assuntos estarão em debate.

Esporte, Lazer e Meios de Comunicação
Terça-feira

"Filma a gente aqui!" Como grande fenômeno da cultura de massas, é comum a presença do esporte nos meios de comunicação. Praticamente não há rede de televisão, de rádio ou veículo de imprensa que deixe de tratar, de alguma forma, da prática esportiva. Os atletas são, nos dias de hoje, verdadeiras estrelas globais. Que valores são trabalhados nesse cenário? Quais os impactos que essa forte presença do esporte nos meios de comunicação traz para a prática pedagógica escolar e não-escolar? Neste segundo programa da série, pretende-se debater essa temática, considerando a própria natureza da contemporaneidade, em que se destaca a articulação entre o espetáculo e o consumo na construção de nosso imaginário.

Esporte, Lazer e Cidade
Quarta-feira

Ah, uh, a cidade é nossa!" A cidade deveria ser reconhecida como o principal equipamento de lazer e prática esportiva para a população. Contudo, isso não se observa. O desgaste do tecido urbano, as situações de violência, a má distribuição dos bens culturais, as dificuldades de natureza econômica, entre outras coisas, certamente criam um quadro de limitações para que a população tenha pleno acesso a toda a gama de oportunidades de lazer. E o que a escola tem a ver com isso? Qual deveria ser o papel da escola nesse contexto? Como pensar a atuação escolar em seu impacto para além de seus muros, na perspectiva de construção de uma cidade mais inclusiva? São as questões em debate no terceiro programa da série.

Projetos Sociais: Esporte e Lazer
Quinta-feira

"O esporte diminui a violência, disciplina, e muito mais!… É mesmo?" Não é incomum escutar afirmações tais como: "o esporte tira das drogas, ou previne o uso de drogas", "o esporte é bom porque disciplina", "o esporte diminui a violência". Mas será mesmo que isso é verdade? Não se tratariam de afirmações ideais e/ou otimistas? O que estaria por trás dessas assertivas? Mais ainda, de alguma forma articulado com essas assertivas, surge um número cada vez maior dos chamados "projetos sociais de esporte e lazer", os quais se relacionam, em maior ou menor grau, com as experiências escolares. Muitas vezes apresentados como "remédios para todos os males", não se pode negar que tais projetos se constituem, fortemente, em um novo fórum de experiências de intervenção pedagógica. O que está por trás desses projetos? Quais suas possíveis contribuições? Quais os problemas? Como a escola lida com essas experiências extra-escolares? São temas em debate neste quarto programa.

Esporte, Lazer e Grupos Sociais
Sexta-feira

"O esporte promove a inclusão?” Algumas das grandes conquistas observáveis nas últimas três décadas são resultantes da emergência das lutas e reivindicações de grupos específicos: as questões de gênero, de orientação sexual, étnicas, etárias, entre outras, se impuseram como de central importância nos debates sociais. Tal ocorrência certamente teve um impacto considerável no cenário escolar: como devem os professores se portar perante esse novo conjunto de preocupações? O mesmo se observa no que se refere à prática esportiva: quais são as barreiras que se interpõem à plena participação de todos? Como o esporte constrói ou pode se contrapor a preconceitos e estereótipos? Qual o papel e os desafios do professor nesse contexto? Essas são questões para serem debatidas no quinto programa da série.