O programa "Salto para o Futuro" é exibido de segunda a sexta, às 19h, pela TV Escola. Nesta semana, a série pretende oferecer aos professores conhecimentos para uma atuação efetiva em sala de aula na formação da cidadania, com respeito pelas diversas matrizes culturais, a partir das quais se constrói a identidade brasileira. Os programas são reprisados de segunda a sexta, às 5h, 11h e às 15h. Confira abaixo os destaques para esta semana.

Terra, Cultura, História, Geografia
Segunda-feira

Descendentes de povos africanos que foram escravizados durante a colonização do Brasil, durante séculos os quilombolas formaram as comunidades remanescentes de quilombos, espalhadas por todo o território brasileiro, e mantiveram preservados, até os dias atuais, a consciência de sua história, dos seus costumes e tradições e o respeito sagrado pela terra. Prosseguem guardando esses princípios e mantendo a esperança de terem seu direito à titularidade de suas terras reconhecido e, ao mesmo tempo, celebram a vida com suas danças e festas tradicionais, que festejam o fim do plantio, o fim de uma colheita ou uma promessa alcançada. Estes e outros temas serão debatidos no primeiro programa da série.

Saberes Tradicionais
Terça-feira

Verdadeiros celeiros da tradição africano-brasileira, os quilombos têm sua identidade preservada pela perpetuação de seus costumes e de suas tradições, repassados, ao longo dos séculos, pelos mais velhos aos mais novos. Por meio das histórias e de práticas milenares, repassam a memória de um povo. A utilização de ervas medicinais para a manutenção da saúde e a prática das parteiras tradicionais estão entre alguns saberes preservados. Esses saberes estão em foco no segundo programa da série.

Organização Social, Festas, Lideranças
Quarta-feira

Por meio de suas associações comunitárias, os quilombolas vêm se auto-reconhecendo como remanescentes de quilombos e fortalecendo a sua luta pela titulação dos seus territórios. Suas lideranças exercem um papel transformador junto às comunidades, atuam politicamente em favor delas e estão engajadas em projetos sociais e culturais. Mantendo suas tradições, verifica-se que é durante os rituais que os valores que a comunidade reputa essenciais se condensam e são reafirmados e renegociados, constituindo assim um currículo invisível, através do qual são transmitidas as normas do convívio comunitário. Essas questões serão debatidas no terceiro programa da série.

Variação Experiências inovadoras em Educação Quilombola
Quinta-feira

Os quilombolas se preocupam com seu futuro e têm claro interesse em que a educação faça parte de seus projetos de futuro, porém são muitas as barreiras a vencer para implantar um ensino voltado para a realidade dos povos negros quilombolas. O Governo Federal vem apoiando a contribuição da sociedade civil na implementação de experiências inovadoras em Educação Quilombola. Neste quarto programa, serão apresentadas algumas dessas experiências.

Lei n. 10. 639/2003 e a Educação Quilombola
Sexta-feira

Sancionada pelo atual Presidente da República, a Lei n. 10.639/2003 tornou obrigatório o ensino da História e da Cultura Africana e Afro-brasileira nas escolas. Essa lei reforça o debate acerca da importância de uma educação multicultural e da implementação de novas práticas de ensino referentes à inclusão da temática racial no ambiente escolar. Nesse quinto programa, será mostrada, especificamente, a experiência da implementação dessa lei nas escolas quilombolas, e também será debatida a importância do conhecimento sobre quilombos nos programas de ensino em todas as escolas.