O programa Sem Fronteiras, exibido pelo canal de notícias Globo News, desta quinta-feira, dia 11 de setembro, à 0h30, promoverá um debate sobre a experiência que pretende recriar o Big Bang.

Como a experiência com o acelerador de partículas Large Hadron Collider (LHC) – que reproduz as condições do universo imediatamente depois de sua criação, há 13 milhões de anos – mudará o mundo? Os jornalistas Sonia Bridi, Silio Boccanera, Jorge Pontual e Tonico Ferreira tentam responder a esta pergunta.

Para isso, Sonia Bridi visita o Laboratório Europeu de Física de Partículas (CERN), que fica entre a Suíça e a França. A jornalista vai até a entrada do túnel de 27 km onde é reproduzida a criação da matéria. Silio Boccanera entrevista Tom Kibble, um dos cientistas envolvidos no processo, e Jorge Pontual e Tonico Ferreira falam sobre a lista de tecnologias da ficção científica que podem virar realidade após a realização da experiência com o LHC.

De acordo com o físico americano Michio Kaku, entrevistado por Jorge Pontual, tecnologias que hoje só existem em filmes e no imaginário – como a invisibilidade, o teletransporte e viagens no tempo – poderiam ser desenvolvidas no futuro. "Começo a perceber que nós, os físicos, acreditamos que quase todas essas tecnologias são possíveis. Não hoje, mas possíveis em décadas, séculos. Para viagens no tempo, até milênios. Mas elas são consistentes com as leis conhecidas da física. Quando você assiste aos filmes, note que a maior parte do que você vê na tela do cinema é possível, não viola as leis da física", garante Kahu.