O programa Repórter Record desta segunda-feira, dia 20 de outubro, às 23h, abordará dois assuntos polêmicos da atualidade: a tragédia da infância mutilada e a pedofilia. Os repórteres do Repórter Record denunciam abusos sexuais, exploração e maus-tratos contra crianças condenadas a uma infância mutilada.

Um pai que desconfiava do cunhado instalou uma câmera na própria casa e flagrou o momento em que sua filha sofreu o abuso. Em Botucatu, interior de São Paulo, outro crime brutal: uma menina de três anos é violentada pelo namorado da avó.
A equipe do jornalístico da Record entrou em uma sala de bate-papo da Internet fingindo ser uma criança de 14 anos e registrou a abordagem dos pedófilos.

Abandono, negligência, exploração do trabalho infantil. Os repórteres da atração foram às ruas e registraram a dura rotina de irmãos que sustentam sozinhos suas famílias. O Repórter Record visitou a Fundação Casa. Com novo nome e uma reforma estrutural, a ex-Febem desenvolve projetos de sucesso e proporciona aos jovens uma nova chance de se integrarem à sociedade.