A Rede Record exibe nesta terça-feira, dia 27 de janeiro, a partir das 22h45, a primeira parte da terceira história do reality show Troca de Família. Nesta semana, o programa irá mostrar o choque cultural causado após a troca de uma mãe excêntrica por uma lavradora do interior.

Luciana tem 37 anos, é mãe do Enzo, de 4 anos, e casada com Zumba, um famoso piercer de São Paulo. Luciana é dona de casa e grande companheira do marido. Juntos, eles tocam o estúdio de tatuagem e piercing – a atual fonte de renda da família. Nascidos e casados em São Paulo, o casal respira e consome modernidade. A casa da família é totalmente excêntrica, cheia de quadros de caveiras na parede. O filho Enzo coleciona filmes de terror e um dos seus brinquedos favoritos é um pequeno caixão. A família ainda cria uma cobra (Nanuk), que vive dentro de um crânio e se alimenta de ratos.

Dolinha é uma lavradora de 41 anos, que vive no Espírito Santo, em uma comunidade pouco conhecida pelos brasileiros. Os pomeranos – descendentes de tribos germânicas e eslavas que vieram para o Brasil depois da 2ª Guerra Mundial – vivem distante da tecnologia e têm pouco contato com a modernidade. A agricultura é o meio de sobrevivência da comunidade até hoje. Com exceção dos mais novos, toda a família trabalha na lavoura. A culinária é típica e o fogão é a lenha. O jantar em família é um dos rituais mais sagrados, além da música que diverte e une as gerações. A família é muito simples, tradicional e harmônica.