A Rede Globo anunciou nesta quarta-feira, dia 8 de julho, a implantação da Área de Jornalismo e Esporte, dando continuidade ao modelo de gestão já adotado para as Áreas de Entretenimento e Comercial.

De acordo com o comunicado, o "novo modelo de gestão permitirá maior participação e integração das equipes na criação e produção de conteúdos para TV aberta, TV fechada, internet e novas mídias digitais. O objetivo é estimular a inovação em formatos e na linguagem e redistribuir as atividades e as responsabilidades para melhor avaliar os processos, sua qualidade e produtividade".

A Área de Jornalismo e Esporte será constituída por uma Direção Geral, que terá sob a sua gestão a Central Globo de Jornalismo, a Central Globo de Esportes, agora criada, e a nova Diretoria de Desenvolvimento e Programas Especiais.

Carlos Henrique Schroder ocupará o cargo de Diretor Geral da Área de Jornalismo e Esporte (DGJE), reportando-se à Direção Geral da TV Globo.

Ali Kamel assumirá a gestão da Central Globo de Jornalismo (CGJ) com a missão de integrar as áreas da Central e otimizar suas atividades e processos para alcançar inovação, criatividade e qualidade nas diferentes plataformas de atuação. A CGJ passa a ter duas direções executivas: uma para Conteúdo, com Luiz Cláudio Latgé; outra para Produção, com Renato Ribeiro.

Já Luiz Fernando Lima assumirá a direção da nova Central Globo de Esportes, que nasce da crescente importância estratégica que o esporte representa para as plataformas na TV aberta, TV fechada, internet e novas mídias. Alice Maria assume a Diretoria de Desenvolvimento e Programas Especiais (DDPE), reportando-se ao Diretor Geral da DGJE, com a missão de desenvolver novos talentos, contribuir para a manutenção da qualidade da DGJE e supervisionar os programas com formato jornalístico voltados para Responsabilidade Social e o Pequenas Empresas Grandes Negócios.