O canal de TV por assinatura The History Channel exibe na próxima segunda-feira, dia 7 de setembro, a partir das 21h, dois documentários inéditos sobre o atentado de 11 de setembro. A programação começa com "102 minutos que mudaram o mundo" e às 22h30 vai ao ar o "Hotel Ground Zero". Confira

102 Minutos que Mudaram o Mundo
(sem intervalo comercial)

Formado por uma sequência cronológica de cenas captadas por amadores e profissionais nos minutos intermináveis da tragédia, o documentário retrata a atmosfera daquela manhã de 11 de setembro, marcada pelo medo, caos e desespero. São imagens provenientes de mais de 100 fontes, como a gravada por Evan Fairbanks, que entrevistava um arcebispo duas quadras ao lado do WTC, quando o primeiro avião acertou a Torre Norte. De maneira dramática, correu para registrar o momento em que a segunda torre desabou a alguns metros da tragédia. Além da reação das pessoas nas ruas e das ligações feitas por aqueles que se encontravam nas torres e atendidas por policiais e bombeiros, as cenas mostram imagens impressionantes, inclusive o que se passava em outros pontos da cidade, como a Times Square – registrado pelo câmera da ABC News, que fazia reportagem no local – e a Staten Island, onde pessoas tentavam obter informações sobre familiares e amigos que viviam ou trabalhavam no entorno do World Trade Center. Entre os demais registros, destaque para o de um escultor, entre as ruas West e Chambers, os de dois cineastas independentes – entre a rua Spring e a West Broadway e em frente ao WTC –, o de um ator no Gateway Plaza e o de duas estudantes da New York University. Com quatro indicações ao Emmy, nas categorias Especial de Não-ficção, Edição de Imagem, Edição de Som e Mixagem de Som, o programa foi o segundo mais visto na história do History nos Estados Unidos.

Hotel Ground Zero

Com uma hora de duração, a produção relata a incrível experiência de um grupo de 940 pessoas formado por turistas, hóspedes e visitantes que estavam no Marriott WTC na hora do atentado. Localizado abaixo e entre as Torres Gêmeas, o hotel de 22 andares e 825 quartos foi destruído no dia fatídico. Mas apesar de sua posição crítica, a maioria dos hóspedes deixou o hotel sem ferimentos graves. O programa também recorda o atentado que atingiu o hotel em 1993.