A Rede Globo inicia nesta sexta-feira, dia 12 de fevereiro, a partir das 23h, a transmissão oficial do Carnaval 2010. Nesta sexta e sábado vão ao ar desfiles das escolas de São Paulo, e no domingo e segunda será a vez das escolas do Rio de Janeiro. Em circuito fechado, no sambódromo carioca, a Rede Globo vai exibir imagens captadas em 3D, como teste para futuras transmissões com o uso da nova tecnologia em televisão.

Neste Carnaval, narradores, comentaristas e convidados especiais estarão reunidos em um único espaço – a Esquina do Samba – durante as transmissões dos desfiles das agremiações do Rio de Janeiro e de São Paulo. "Vamos trabalhar com mais integração entre o jornalismo e o entretenimento", explica Roberto Talma, que assina a direção de núcleo do Carnaval 2010. O novo cenário vai permitir maior mobilidade aos apresentadores, que antes ficavam restritos à área do estúdio de vidro erguido na avenida.

"Teremos sete câmeras ligadas a microlinks – um equipamento que permite que repórter e cinegrafista entrem ao vivo sem estar conectados a cabos", explica Erick Bretas, diretor de jornalismo do Rio de Janeiro. No total, 60 jornalistas, entre repórteres, repórteres cinematográficos, editores e produtores, vão participar da cobertura do Carnaval na Marquês de Sapucaí. "O jornalismo terá mais espaço ainda para levar as informações do desfile ao público. Nossas equipes estarão presentes em todos os pontos da avenida", conta Renato Ribeiro, diretor-executivo do jornalismo.

Antes do desfile de cada agremiação, a Rede Globo vai exibir documentários de seis minutos, produzidos especialmente para a transmissão, contando a história de cada samba-enredo a ser apresentado. No Sambódromo, o boxe da bateria vai ganhar iluminação especial.