No ano 1993 três crainaças de foram assassinados nos Estados Unidos. No ano seguinte, Jason Baldwin, Jessie Misskelley e Damien Echols, que ficaram conhecidos como os “West Memphis Three” foram condenados, acusados pela morte das crianças num ritual satânico. Acompanhe a história destes três jovens e de tudo que os envolta na série de documentários "Paradise Lost" no Cinemax.

Dois anos depois da condenação dos três jovens, em 1996, saiu o primeiro documentário, "Paradise Lost: Child Murders At Robin Hills". Neste filme, os diretores contam sobre o assustador triplo homicídio na cidade de West Memphis, Arkansas mostrando o subsequente julgamento de três suspeitos que revela os meandros do sistema judicial numa pequena cidade americana.

Em "Paradise Lost 2: Revelations", novas provas aparecem no caso dos três garotos assassinados. Enquanto um dos jovens condenados aguarda sua sentença no corredor da morte, alguns indícios apontam como culpado o próprio pai de uma das vítimas.

Jason Baldwin e Jessie Misskelley, que na altura tinham apenas 16 anos, foram condenados a prisão perpétua, e Damien Echols, que tinha 18 anos, foi condenado à morte. Mas ao longo dos anos foram surgindo incongruências na investigação e a defesa dos jovens provou, através de testes forenses, que o DNA encontrado nas vítimas não correspondia a nenhum dos três condenados. O caso teve muitos apelos à inocência dos três jovens, ao qual se juntaram famosos como Johnny Depp e músico Eddie Vedder, da banda Pearl Jam.

"Paradise Lost: Child Murders At Robin Hills" será exibido no dia 27 de Fevereiro, às 14h10, seguido por "Paradise Lost 2: Revelations", no Cinemax. Por fim, confira o desfecho desta história na terceira e última parte, que foi indicada ao Oscar 2012 de Melhor Documentário, em "Paradise Lost 3: Purgatory" na HBO.

Saiba Mais:
Fevereiro: HBO exibe documentário indicado ao Oscar 2012