Para comemorar os 458 anos de São Paulo, a TV Cultura exibe ao longo da semana que vem, de 23 a 28 de janeiro, uma sequência de filmes, documentários e programas temáticos. No primeiro dia de especiais (23 de janeiro), o Cultura Documentários apresenta Sam Pop – A Nova Cena, uma radiografia da cultura urbana paulista. Dirigido por Hilton Lacerda, o filme faz um paralelo entre a repercussão interna, dentro dos limites de São Paulo, e externa, da metrópole para o Brasil. Há depoimentos de gente ligada direta e indiretamente à arte como Nelson Triunfo, Primo Preto, Soninha e João Marcello Bôscoli. E ainda participações de bandas e músicos como Hurtmold, Funk Como Le Gusta e Edgar Scandurra. Vai ao ar às 23h30.

Na terça (24) há duas atrações: o documentário Theatro Municipal – 100 Anos, que disseca a história do cartão postal paulistano – no ar às 23h30, na faixa Cultura Documentários –, e o Provocações especial com Sérgio Vaz, poeta e criador da Cooperifa, às 23h. No bate-papo, fala da empreitada à frente do coletivo e de como a literatura entrou na sua vida.

A música e o som, elementos que muito remetem à cultura paulistana, ganham destaque no dia do aniversário (25). A faixa Mostra Internacional de Cinema na Cultura abre uma exceção e exibe o filme nacional Durval Discos, dirigido por Anna Muylaert. O protagonista que dá título ao filme decidiu não trabalhar com CDs, mantendo-se fiel ao vinil. Como consequência, passa a viver um período de decadência. Até Célia, candidata a empregada doméstica da sua casa, e a filha aparecerem e alterarem por completo a ordem das coisas. No ar 21h40.

O Cultura Documentários apresenta, no mesmo dia, Sonoroscópio, um vídeo focado nos sons que saem das falas, cantos, orações e ambientes. A direção é de Kiko Goifman e Raquel Monteiro. Às 23h15.

Na quinta-feira (26), a TV resgata a trajetória da Pinacoteca do Estado de São Paulo no documentário quase homônimo: Arte no Brasil: Uma história na Pinacoteca de São Paulo. Vai ao ar às 23h, também no Cultura Documentários. Na sexta (27/1), à 0h, na faixa DOCTV, São Paulo de Uauá busca no imaginário da população de uma pequena cidade do sertão baiano uma visão sobre a maior metrópole do Brasil.

Por fim, o Cine Brasil do dia 28 dá espaço para dois vídeos do projeto Telefilmes, que acenam com o cotidiano de São Paulo: A Mudança e Andaluz. O primeiro é uma comédia babélica polarizada por judeus e coreanos. Eles entram em conflitos por causa de uma mudança domiciliar. O segundo acompanha a rotina de um albino, carroceiro e morador de rua que testemunha acontecimentos assombrosos no Mosteiro da Luz. A partir das 21h45.

Dia 23/1
23h30 – Sam Pop (Cultura Documentários)

Dia 24/1
23h – Provocações com Sérgio Vaz
23h30 – Theatro Municipal – 100 Anos (Cultura Documentários)

Dia 25/1
21h40 – Durval Discos (Mostra Internacional de Cinema na Cultura)
23h15 – Sonoroscópio (Cultura Documentários)

Dia 26/1
23h – Arte no Brasil: Uma história na Pinacoteca de São Paulo (Cultura Documentários)

Dia 27/1
0h – São Paulo de Uauá (DOCTV)

Dia 28/1
21h45 – A Mudança e Andaluz (Cine Brasil)