O escritor de livros de suspense, Stephen King, costuma ser cultuado por Hollywood, mas a recíproca nem sempre é verdadeira. Tanto é que nem da versão de "O Iluminado" de Stanley Kubrick ele é muito fã. Ainda assim, o longa, estrelado por um jovem Jack Nicholson e por Shelley Duvall, que narra a história de um autor que se isola a fim de ter paz para escrever e acaba atormentado por uma série de eventos que fazem com que coloque a vida de sua família em risco, foi sucesso de bilheteria e é cultuado por muitos fãs até hoje.

Nos anos 2000, o diretor David Koepp decidiu se aventurar e adaptar outra obra de Stephen King, "Depois da Meia Noite", e chamou Johnny Depp para protagonizar o filme, batizado de "Janela Secreta".

Destaque do A&E no dia 10 de Março, sábado, às 20h, a produção traz temas freqüentes no compêndio de King, como conflitos pessoais de escritores e conseqüentes fugas para locais longínquos. Assim, a trama traz Depp como Mort Rainey, um escritor em crise que acaba de se separar de sua esposa, interpretada por Maria Bello, quando descobre sua traição. Após o acontecimento, Rainey se isola em uma cabana à beira do lago Tashmore. Em busca de sossego, só não contava com o insuportável vizinho John Shooter que começa a acusá-lo de plágio.