A partir de 13 de março, o Perdas e Ganhos retorna à grade do canal de TV por assinatura GNT em sua segunda temporada, com novos personagens e desafios. A série, produzida pela CaradeCão, revela a cada semana uma história de garra e superação. Além de comandar o reality, Cynthia Howlett incentiva e orienta os 12 participantes a atingirem suas metas de emagrecimento durante as oito semanas de acompanhamento.

Entre os escolhidos – quatro homens e oito mulheres do Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul -, estão o Rei Momo de Porto Alegre, um viciado em refrigerante que é casado com uma nutricionista, um gastrônomo especializado em hotelaria e uma modelo “plus size”. Todos têm entre 24 e 47 anos de idade.
Mudança de hábitos alimentares, rotina de exercícios estimulantes, incentivo de familiares e amigos, e resistência às tentações não vão faltar na nova temporada da atração que será exibida toda terça-feira, às 22h.

Conheça os participantes

Rafael Liporace (RJ) – 30 anos
Empresário, sócio de uma agência e professor universitário. Apesar de ser casado com uma nutricionista, é viciado em refrigerante e comidas gordurosas. Jura que sempre praticou exercícios, mas que, por conta da rotina de trabalho intensa, parou completamente. A motivação para o emagrecimento veio com o nascimento do filho. Pai de primeira viagem, Rafael pesa 102,1 quilos e pretende perder peso para ficar mais disposto para o bebê e voltar a jogar futebol de salão.

Helene Hermes (RS) – 26 anos
Baladeira convicta, relações públicas, blogueira e hiperativa. Mora sozinha, mas vive cercada de amigos e colegas de trabalho, e com a agenda sempre lotada de eventos. Por íntimos é chamada carinhosamente de Jejeka. Engordou rapidamente com a mudança de rotina e, apesar de ter gosto pela prática de exercícios, falta tempo. Os amigos prometem apoiá-la para sair de seus 110,9 quilos.

Alessandra Costa (SP) – 40 anos
Trabalha com administração de condomínio e tem bom humor de sobra. É sedentária e, além passar o dia sentada no trabalho, vai e volta de carro. Alessandra é casada com Eduardo e não tem filhos. A família toda está acima do peso, inclusive Patrícia, sua cadela. Um dos programas preferidos do casal é comer besteiras e, claro, acompanhadas de uma cervejinha. A promessa do marido é acompanhá-la na dieta e nos exercícios. Alessandra pesa 100,8 quilos.

Paula Bandeira (RS) – 25 anos
Administradora e sócia do marido em uma empresa de impressões e serigrafia. Ela é caseira e família, e tem um filho, Caetano, de seis meses. Durante a infância e a adolescência nunca foi magra nem gorda. Seu auge de peso foi na gravidez, quando atingiu 86 quilos. Paula sente vergonha do corpo e isso atrapalha suas vidas sexual e social. Atualmente, pesa 76,1 quilos.

Fábio Verçoza (RS) – 47 anos
Chefe de gabinete da Secretaria de Cultura e artesão. Além disso, apesar de contraditório, Fábio é o Rei Momo de Porto Alegre e pretende sair de seus 150 quilos. Até os 11 anos de idade era muito magro, mas começou a engordar na adolescência. O participante sempre teve consciência de seus hábitos alimentares errados, mas ao atingir 166 quilos, decidiu fazer um tratamento de reeducação alimentar e começou a praticar exercícios físicos. O resultado foi: perdeu 83 quilos em dois anos. Acabou desistindo do acompanhamento médico por achar que já estava bem e que já “sabia fazer sozinho” e engordou quase tudo o que tinha emagrecido. Fábio tem uma rotina agitada e muita força de vontade.

Ana Pimentel (RJ) – 36 anos
Produtora cultural. Costumava trabalhar na noite, em rodas de samba com o marido, que é músico. Com o nascimento de sua filha Elena, de dois anos, precisou reinventar a carreira, adaptando-a ao seu maior e mais importante papel: o de mãe. Em 2011, teve Tom, atualmente com seis meses. Está há três anos na função de grávida e amamentação e, por isso, engordou 18 quilos, chegando aos 80 quilos. Ana agora quer se dedicar mais ao corpo e ter uma ‘vida cultural’.

Marcelo Traldi (SP) – 40 anos
Gourmet especializado em hotelaria e professor de gastronomia. Marcelo tem dois filhos, é separado, mora com a namorada, é corintiano e odeia salada. Sempre teve um peso normal e praticou esportes, mas com o casamento e a intensificação do trabalho relaxou e engordou bastante. É vítima do efeito sanfona, mas quando decide fazer dieta é determinado e insiste até emagrecer. Porém, não consegue manter o peso. Como gastrônomo, é “obrigado” a pensar em comida o tempo inteiro. A queixa maior é das crianças, insatisfeitas com a falta de disposição do pai para acompanhá-las em brincadeiras. Marcelo pesa 118,9 quilos.

Cintia Araújo (RJ) – 37 anos
Cabeleireira. A carioca é uma mulher brilhante, debochada e sem papas na língua. Cintia é homossexual assumida, casada e insatisfeita com o corpo desde os nove anos. Adepta de soluções rápidas, já fez lipoaspiração, mamoplastia, colocou silicone, tomou remédios para emagrecer e fez dietas malucas. É vaidosa e tem uma visão de que somente o corpo magro é bonito. Não abandona a cerveja com os amigos por nenhuma dieta. Apesar dos 83,8 quilos, adora petiscos engordativos.

Paulo Roberto (RS) – 28 anos
Representante de vendas da indústria farmacêutica. Típico gaúcho da classe média jovem. É casado, curte um churrasco e uma cerveja e joga futebol americano. Integra o time dos que “nunca tomam café da manhã”, não comem salada e não frequentam academia. O que não pode faltar em seu prato é carne. A principal motivação de Paulo é a autoestima. Se sente muito cansado e desestimulado com seus 116,5 quilos.

Margarida Brandão (SP) – 24 anos
Trabalha com distribuição cinematográfica. A paulista sempre foi uma criança “cheinha”, mas, durante a adolescência, praticava pólo aquático e conseguia manter um peso razoável. Há seis anos virou universitária e abandonou o esporte. O peso veio como consequência do sedentarismo. É descendente de portugueses. Odeia academia e prefere esportes competitivos. O novo namoro é um estímulo para ter vontade de emagrecer. Margarida pesa 87 quilos.

Gisele Geminiano (RJ) – 24 anos
Estudante de direito e estagiária em um escritório de advocacia. Foi uma criança e adolescente magra, e chegou a ser atleta federada de vôlei de praia. Quando entrou para a faculdade, logo arrumou um estágio e teve que abandonar as atividades físicas. Típica gordinha engraçada, Gisele tem um irmão caçula e três irmãs, todos magros. É viciada em massa e refrigerante e, no dia a dia, costuma comer o que for mais rápido de fazer. Já nas horas de diversão, gosta mesmo é de um bom chope. É bastante ansiosa e acaba comendo mais. O resultado são seus 87,8 quilos.

Carolina Gouveia (SP) – 30 anos
Atriz, bailarina e modelo “plus size”. Casada, mora com o filho de cinco anos, o marido e a mãe em um apartamento pequeno. Atualmente, dá aulas de dança cigana. A participante é louca por doces e engordou 25 quilos durante a gravidez. O peso aumentou ainda, mesmo depois do nascimento da criança: ela ficou com 50 quilos acima do ideal. Com as “novas medidas”, logo perdeu uma série de oportunidades de trabalho e daí para a depressão foi um “pulo”. Hoje se sente melhor, mas tem consciência de que precisa estar mais saudável. Seu objetivo é diminuir dois números do manequim, do 52 para o 48. Depois de sete anos juntos, Carol e o marido resolveram oficializar a união. A cerimônia foi mais um incentivo para ela fugir dos 110,3 quilos.