Nas duas últimas sextas-feiras do mês de março, o Programa Especial da TV Brasil, trás dois assuntos: gestantes cegas e o Dia Mundial da Cosncientização do Autismo. O Programa Especial completou 8 anos no último dia 9 de março. Fala da vida e problemas enfrentados por portadores de necessidades especias. O programa vai ao ar toda sexta, às 19:30hs.

Ultrassonografia especial para gestantes cegas

Conheça a história do nadador Phelipe Andrews

No Programa Especial de sexta-feira (23), as19h30, a apresentadora Juliana Oliveira testa uma ultrassonografia que utiliza um método de processamento de imagens para a criação de um protótipo do bebê. A técnica permite às gestantes cegas uma experiência sensorial do exame.

Neste episódio, uma entrevista com André David, que é um dos diretores da Associação Fluminense de Reabilitação, e tem deficiência física.

O repórter Zé Luiz Pacheco conversou com Phelipe Andrews, que nasceu com uma má formação no pé direito e começou a nadar aos quatro anos por recomendação médica. Aos 21 anos, ele compete profissionalmente e coleciona medalhas. Entre elas, duas de prata nas Paraolimpíadas de Pequim.

E para finalizar, o Programa Especial foi conhecer a história de Maria Daniele e de sua família. Ela é mãe do Bruno, de três anos e de Paola, de 11 meses, que tem síndrome de Down. Saiba mais sobre seu dia a dia e a educação das crianças.

Dia Mundial da Conscientização do Autismo

Esclareça suas dúvidas sobre o problema

O Programa Especial de sexta-feira (30), às 19h30, faz uma homenagem ao Dia Mundial da Conscientização do Autismo, celebrado em 2 de abril. A edição traz só reportagens relativas ao tema. Uma delas sobre a cor azul, que representa o autismo.

No estúdio, a apresentador Juliana Oliveira entrevista a neurologista Carla Gikovate. Ela esclarece várias dúvidas sobre o que é o autismo e sobre o que pode ser feito para melhorar a qualidade de vida das pessoas dentro do espectro autístico.

O Programa Especial conversa com os fundadores do grupo Mundo Azul, que tem como objetivo levar à sociedade informações sobre o autismo. Além disso, a reportagem visita Saulo, pianista e cantor lírico. Depois da conversa, ele faz uma apresentação especial para o programa.

Uma grande preocupação dos pais de pessoas dentro do espectro autístico é com a inserção dos filhos no mercado de trabalho. Larissa e Vinícius descobriram na dublagem uma vocação profissional e contam como se interessaram por essa atividade.