Listada no Guiness Book como a série de ficção científica mais longeva do mundo e sucesso em diversos países, Doctor Who chega definitivamente na tevê aberta brasileira. A Cultura importou seis temporadas, produzidas entre 2005 e 2011, seis especiais de 60 minutos e uma animação. A estreia é dia 19 de março. A exibição será diária, de segunda a sexta-feira, às 20h20.

Criada pela BBC, a série acompanha as aventuras de um misterioso homem que viaja no tempo e no espaço a bordo de uma nave chamada Tardis, cuja aparência exterior parece com uma cabine policial inglesa dos anos 1960, mas internamente é enorme tal qual uma espaçonave interestelar.

Ao lado de seus companheiros, a maioria mulheres, explora o universo, galáxias, países; visita lugares longínquos habitados por seres humanos – e também por seres bizarros –; cruza o caminho de personagens da História; se mete em enrascadas enérgicas e cheias de ação.

A série é reconhecida pelas histórias labirínticas e efeitos especiais poderosos. Além de tudo, é a mais bem sucedida na história da televisão no gênero da ficção científica. Ela está tão arraigada ao imaginário britânico que muitos dizem que supera até mesmo o Jornada nas Estrelas no imaginário americano.

O roteirista principal da série é o escocês Steven Moffat, o mesmo que escreveu, a convite de Steven Spielberg, o filme As Aventuras de Tintim. Pela sua inventividade, Moffat é considerado um dos melhores roteiristas de TV da atualidade.

DOCTOR WHO
Exibição: segunda a sexta-feira, às 20h20