Em junho, o Canal Brasil exibe diversos documentários inéditos na TV brasileira. A programação variada traz "As Cartas Psicografadas por Chico Xavier" sobre o médium brasileiro, "Rita Cadillac – A Lady do Povo" com a biografia da ex-chacrete, "A Era dos Campeões" sobre os grandes campeões brasileiros da Fórmula I e "Família Braz – Dois Tempos" que retoma a vida da família Braz, dez anos depois do primeiro documentário.

"Família Braz – Dois Tempos" foi o vencedor do prêmio de melhor documentário na edição de 2011 do Festival "É Tudo Verdade", o filme dirigido por Arthur Fontes e Dorrit Harazim investiga as mudanças pelas quais passou uma família de Brasilândia, Zona Norte de São Paulo, nos últimos dez anos. O trabalho retoma a narrativa da vida dos Braz, iniciada em 2000, no documentário "A Família Braz", integrante do projeto intitulado Seis Histórias Brasileiras. Em 2010, os cineastas voltam à mesma casa para atualizar o retrato de seis personagens. Antes pertencentes a classe baixa, hoje integram a classe média. Estreia dia 09 de junho, às 21h.


Rita Cadillac narra sua história em "A Lady do Povo"
Divulgação/Europa Filmes

Em "Rita Cadillac – A Lady do Povo" (dia 21 de junho, às 22h), o documentário apresenta os momentos mais importantes da vida e da carreira da vedete, popularizada desde os tempos do "Cassino do Chacrinha", a partir de depoimentos e imagens inéditas, resgatando um rico material de arquivo. Sob a direção de Toni Venturi, o filme contrapõe a imagem midiática do símbolo sexual brasileiro com o lado caseiro e cotidiano, propondo uma reflexão sobre a linha que separa o personagem e a pessoa, a celebridade e a mulher falível. Bonita e dona de um corpo de fazer inveja, Rita se diz consciente de seu tempo e espaço. A produção revela a trajetória de uma figura feminina que se adaptou às circunstâncias de cada época: trabalhou como garota de programa para sustentar o filho, ganhou dinheiro através de shows, enveredou pelo cinema sensual e, posteriormente, pelo pornográfico. É a própria Rita quem narra sua história, desde a separação da mãe logo nos primeiros anos até o desejo de inserção numa estrutura familiar a partir de um novo matrimônio.

Outro destaque é o documentário "A Era dos Campeões" (23 de junho, às 21h), dirigido por Cesario Mello Franco e Marcos Bernstein. O doc narra a trajetória de pilotos brasileiros na época em que o país esteve constantemente presente em pódios da Fórmula 1, entre 1972 e 1991, apresentando depoimentos dos protagonistas dessa fase brilhante: Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet e Ayrton Senna, além de amigos e profissionais da modalidade. Celso Itiberê e Cláudio Carsughi costuram os relatos. Os comentaristas analisam o sonho de correr na Europa, que sempre permeou a mente de jovens pilotos; o conflito entre Nelson e Ayrton; a impaciência deste quando um retardatário atrapalhava a sua ultrapassagem; e a pressão enfrentada por Rubens Barrichello. Os corredores Roberto Pupo Moreno, Wilson Fittipaldi Jr. (irmão de Emerson e pai de Christian), Ingo Hoffmann, Alex Dias Ribeiro, Chico Serra, Maurício Gugelmin, dentre outros, descrevem experiências vividas com o trio nas pistas.


Cena do documentário "As Cartas Psicografadas por Chico Xavier"
Divulgação/Versátil

Em referência aos 10 anos sem Chico Xavier, um dos grandes expoentes do espiritismo no Brasil, o Canal Brasil exibe dia 30 de junho, às 18h30, o documentário inédito "As Cartas Psicografadas por Chico Xavier".Em meio a declarações, silêncio e momentos de reflexão, o filme de Cristiana Grumbach registra a emoção de pessoas que perderam entes queridos e encontraram alento por meio de cartas psicografadas por Francisco de Paula Cândido Xavier. O mineiro foi o mediador de mais de 10.000 mensagens, algumas delas publicadas em aproximadamente 450 livros. Entre os retratados na produção, uma característica é comum: mesmo cercado de dúvidas a respeito da veracidade do trabalho do líder espírita, o encontro com Chico Xavier parecia ser a única forma possível de amenizar a sensação de dor. Vindos dos mais diversos locais, todos se dirigiram a Uberaba (MG). Demovidos das impressões a priori, os entrevistados conseguiram o que tanto desejavam: escritos contendo palavras de conforto e carinho, capazes de devolver o ânimo a vidas cujo sentido parecia perdido.

Saiba mais:
Junho: Elba Ramalho, Gilberto Gil e João Bosco são destaques musicais no Canal Brasil
Junho: Novidades na faixa da meia-noite do Canal Brasil
Junho: Canal Brasil exibe "Como Esquecer" e "Paraíso Aqui Vou Eu"