Em julho, o Canal Brasil apresenta "Rosa Morena" como destaque na sessão "Seleção Brasileira". Carlos Oliveira assina esta coprodução entre Brasil e Dinamarca, indicada em oito categorias do Robert Award, principal premiação do país escandinavo. Em sua estreia na direção de longas-metragens, o cineasta constrói a saga de um homossexual e o desejo de ter um filho, mesmo que isso implique sérias consequências. O elenco é formado por atores das duas nacionalidades, dentre eles Anders W. Berthelsen, Bárbara Garcia, David Dencik, Vivianne Pasmanter, Pablo Rodrigues, Iben Hjejle e Georgina de Castro.


"Rosa Morena" é destaque no Canal Brasil
Divulgação

Thomas (Anders W. Berthelsen) é um arquiteto dinamarquês bem-sucedido. Após uma tentativa frustrada de adotar uma criança em sua terra natal, segue para o Brasil na esperança de realizar o sobambasnho de ser pai. Já em São Paulo, Thomas encontra Jacob (David Dencik), conhecido de longa data. Ao perceber as reais intenções do conterrâneo – voltar para casa com um bebê, mesmo que através do uso de dinheiro –, Jacob fica indignado e se recusa a ajudá-lo. Decidido a chegar às últimas consequências e sem perspectivas de alcançar seus objetivos pelos trâmites normais, Thomas se envolve em situações perigosas, oferecendo altas quantias às potenciais “fornecedoras”.Convencido de que o amigo não irá desistir e tentando protegê-lo de aproveitadores, Jacob procura possíveis pretendentes a aceitarem o negócio. Assim, conhece Maria (Bárbara Garcia), jovem grávida em dificuldades financeiras. A empatia entre a mulher e Thomas é imediata, e os dois começam a ter uma relação mais próxima e intensa, ultrapassando os limites de um simples acordo econômico. Esse envolvimento, no entanto, é permeado por dúvidas, problemas e tensão.

"Rosa Morena" estreia dia 30 de julho, às 22h.