Depois de 72 horas, as possibilidades de encontrar um fugitivo caem para menos de cinco por cento. Sabendo que há poucas coisas mais perigosas que um condenado em fuga, o veterano da agência federal americana, Charlie Duchamp (Laz Alonso de Avatar, Fast and the Furious 4: Fast & Furious) e Ray Zancanelli (Domenick Lombardozzi, de The Wire, Entourage) decidem desistir dos meio tradicionais de defesa da lei e passam a aplicar um método pouco ortodoxo: usar ex-fugitivos para agarrar os fora da lei.

Com essa prerrogativa, a segunda temporada da série original do A&E, Breakout Kings – criada por Matt Olmstead e Nick Santora, mesma equipe de Prision Break – acompanha Charlie e Ray e sua força-tarefa especial formada por três dos mais famosos criminosos já capturados: Lloyd Lowery (Jimmi Simpson de It’s Always Sunny in Philadelphia), o menino prodígio e psiquiatra; Shea Daniels (Malcolm Goodwin de American Gangster), um ex- membro de gangue que sabe operar bem o sistema da prisão e das ruas, e a sexy Erica Reed (Serinda Swan de Tron: Legacy e Smallville), expert em softwares, que aprendeu tudo com seu pai, um caçador de recompensas. Os agentes também empregam os serviços de Julianne Simms (Brooke Nevin de The Comebacks e My Suicide), a civil que atua como a base do grupo – todas as informações e dicas passam por ela.

No episódio de estreia, no dia 24 de junho, domingo, às 22h, os justiceiros têm a missão de descobrir o paradeiro de Damien, um assassino em série impiedoso. No início, parecia uma boa ideia para Lloyd, o médico designado para o caso, colocar Damien a quilômetros de distância da justiça. Mas ele não para fazer vítimas, e então começa a busca pelo serial killer.