Bill Murray (21 de setembro de 1950) foi um professor de parapsicologia desempregado em os "Caça- Fantasmas" (1984) e em sua continuação, em 1989. Bill Murray foi um repórter de televisão preso no tempo, dia após dia, sendo obrigado a repetir a mesma rotina, em "Feitiço do Tempo" (1993), e contracenou com o cantor e ator brasileiro Seu Jorge em "A Vida Marinha com Steve Zissou" (2004). E Bill Murray foi um ator de meia-idade melancólico que seduziu uma jovem Scarlett Johansson no já clássico filme de Sofia Coppolla, "Encontros e Desencontros" (2003), pelo qual recebeu sua primeira, e até agora única, indicação ao Oscar.

Dono de um talento dramático que serve bem tanto para papéis cômicos quanto densos, o ator e comediante Bill Murray escreveu seu nome em Hollywood e se tornou presença certa em filmes cult.

No dia 9 de julho, domingo, às 22h, o BIO fala sobre o começo de sua carreira, no rádio, seu trabalho em uma companhia teatral em Chicago e o sucesso instantâneo ao passar a integrar o elenco do programa Saturday Night Live – no ar até hoje, sempre revelando novos talentos da comédia. O programa relembra ainda sua infância humilde ao lado de nove irmãos, a carreira de médico que abandonou e sua filmografia extensa, que inclui também "Tootsie" (1982), "Ed Wood" (1994), "As Panteras" (2000), "Flores Partidas" (2005) e "Agente 86" (2008).

O "BIO Icons" será exibido no domingo, dia 9 de Julho, às 22h, no BIO.