Uma disputa envolvendo a renegociação do acordo entre a operadora DirecTV e a programadora Viacom nos Estados Unidos pode fazer com que os assinantes americanos fiquem sem acesso a 26 canais de tevê por assinatura a partir da meia-noite desta terça-feira, dia 10 de julho.

De acordo com informações publicadas pelo Blog.Viacom o acordo anterior já durava sete anos e venceu no último dia 30 de junho. Ainda segundo informações da programadora, durante meses a Viacom procurou a DirecTV para renegociar o acordo e chegar a novos valores.

A DirecTV, por outro lado, teria recusado todas as propostas e na última noite (do dia 9 de julho) apresentou uma contraproposta em que a Viacom receberia um valor inferior ao recebido de outras operadoras concorrentes. Com este impasse, cerca de 20 milhões de assinantes nos Estados Unidos ficarão sem canais como MTV, Vh1, Comedy Central, Nickelodeon, Bet e outros.

A Viacom alega que sua audiência representa cerca de 20% da audiência total da operadora e o atual acordo representa um custo de aproximadamente 5% para a DirecTV. Atualmente, o canal Nickelodeon é o mais visto entre todos os assinantes da operadora nos Estados Unidos.

A programadora lembrou ainda que nos últimos três anos a DirecTV esteve envolvida publicamente em disputa por negociação com sete empresas – Fox, Tribune, Diversified Communications, Northwest Broadcasting, Sunbeam, Belo, G4, Versus, e YES Networks – e quebrando acordos com cinco delas.

No início da tarde a Viacom atualizou a nota em seu blog informando que a DirecTV tem divulgado números irreais e que sua proposta acrescentava poucos centavos/ao dia no valor acordado anteriormente. A Viacom lembrou ainda que apesar de deter 20% da audiência da DirecTV estaria cobrando um valor menor que o pago a outras programadoras com audiência bem inferior.

Atualização 1

O leitor Mauz informou no Fórum de TV do VCFAZ.NET que há no Facebook uma fanpage em forma de campanha contra a saída dos canais. Confira:https://www.facebook.com/WhenDirecTVDrops

Atualização 2

A Viacom divulgou um vídeo promocional sobre o impasse e solicitando aos assinantes que entrem em contato com a DirecTV pedindo que os canais não sejam excluídos. Confira: