Realiza-se no dia 4 de abril, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, a oitava edição do Congresso TV 2.0, evento que mostra e debate as tendências em distribuição digital de conteúdos para TV.

Esta 8ª edição do Congresso está dividida em quatro painéis de discussões que abordarão temas fundamentais no cenário atual do mercado de VOD e OTT: a evolução dos serviços de TV não-linear; as novas formas de se produzir e consumir conteúdo; e a disputa pela atenção do espectador. Também serão apresentados dois cases de produtos que nasceram no meio digital e hoje desenvolvem diferentes modelos de negócio tanto nas mídias online quanto em meios tradicionais: a Galinha Pintadinha e o canal online Porta dos Fundos.

O PROGRAMA

O primeiro painel do Congresso TV 2.0, “Insights sobre a evolução dos serviços de TV paga não-lineares na América Latina”, terá palestra de Renato Pasquini, da Frost & Sullivan e, na sequencia, o keynote José Rivera-Font, VP e general manager do Crackle, falará sobre o serviço de vídeos gratuitos por streaming da Sony Pictures Entertainment.

Em seguida, no painel “A TV além da TV”, Marcelo Coutinho, do Terra/FGV e Flávio Ferrari, discutirão como estão mudando a forma de se produzir e consumir conteúdo.

No terceiro painel, o criador da “Galinha Pintadinha”, Juliano Prado, e Ian SBF, da produtora “Porta dos Fundos”, responderão à pergunta “Quem precisa da TV?”. Tanto Juliano quanto Ian tiveram sucesso criando e produzindo conteúdos exclusivos para a internet e hoje desenvolvem diferentes modelos de negócio tanto nas mídias online quanto em meios tradicionais como teatro, cinema e home vídeo.

Fechando a edição, participam do painel “O share da atenção” Álvaro Paes de Barros, do YouTube, Antonio Barreto, da DLA, e Carolina Montagna, da Globosat. Em discussão, a disputa pelo espectador e algumas das questões que as principais plataformas precisam começar a responder: como gerir a oferta de conteúdos? Que modelos terão futuro em um ambiente competitivo?

O Congresso TV 2.0 é organizado pela Converge Comunicações. O evento é direcionado a um público formado por programadoras de TV por assinatura, emissoras de TV, distribuidoras de filmes e séries, produtores de TV e cinema, operadoras de cabo, DTH e telecomunicações, fabricantes de equipamentos, desenvolvedores de softwares, detentores de plataformas de smart TVs, fabricantes de televisores e caixas over-the-top.