ae AX Men acompanhou a rotina traiçoeira de trabalhadores em madeireiras americanas. Inédita na televisão e produzida pelo HISTORY e Original Productions – mesma equipe responsável pela produção cheia de adrenalina de Estradas Mortais –, a série enfoca o legado que os pioneiros na exploração da madeira deixaram para outras gerações e a adrenalina que envolve sua profissão, mesmo nos dias atuais.

Pelas florestas do país, homens fortes trabalham nas mais difíceis atividades. Sua missão é recuperar madeira instalada em encostas de montanhas, onde máquinas são incapazes de chegar. Há mais de 100 anos, esses homens se dedicam a essas árvores gigantescas e maquinários pesados, passando longos períodos longe da civilização. Ax Men conta histórias magníficas, detalhando como funciona a indústria madeireira e como a tecnologia transformou a vida dos madeireiros modernos, que, mesmo com mais recursos, ainda têm de se curvar à força da natureza.

[creditos:e15a7d136a]
Divulgação A&E[/creditos:e15a7d136a]

No derradeiro episódio de AX Men, no dia 13/5, segunda-feira, às 22h, as madeireiras Browning e Rygaard disputam até o fim, enquanto Gabe prepara uma surpresa de última hora. Shelby, da Swamp Man, promete se vingar e depende do piloto novato para salvar a temporada. Na Flórida, é o fim do caminho para Jimmy, da S&S Acqua, mas Joe Collins, da Colins River, faz uma proposta difícil de recusar para James.

Nesta temporada, Ax Men acompanhou seis madeireiras (J.M. Browning Logging, Pihl Logging, Rygaard Logging, S&S Aqua Logging, R&R Conner Aviation, Collins River Logging e Swamp Man Logging) nas remotas florestas americanas. Lutando contra falhas mecânicas, clima implacável – incluindo um furacão que destruiu a área – e um terreno imprevisível, esses corajosos homens arriscam suas vidas para conseguir a madeira que constrói os EUA. Cabos falhos, madeiras soltas, falha humana e máquinas ruins são alguns dos perigos que põem em risco sua segurança dia após dia. Tudo pode dar errado nesses locais e o preço do menor dos erros pode ser a morte.