bio Quando se trata de homicídio, dados comprovam que nem sempre a polícia consegue identificar ou pegar o criminoso. Mas em alguns casos, aparece uma pessoa comum, capaz de se arriscar e enfrentar situações de extremo perigo para depois afirmar com orgulho: Resolvi um Assassinato – título da nova atração exclusiva do BIO, que estreia dia 10/5, sexta-feira, às 22h.

Por meio de encenações e entrevistas com os envolvidos nos casos, a série apresenta as histórias de heróis cotidianos sem experiência, sem capacitação e sem respaldo, mas que acabam solucionando um caso.

[creditos:640bdb6a6b]
Divulgação BIO[/creditos:640bdb6a6b]

Para começar, Resolvi um Assassinato apresenta o caso de Adam Bruckner, um jogador de futebol americano que dedica seu tempo a ações sociais com indigentes e que acaba indo fundo numa investigação ignorada pela polícia sobre um corpo desmembrado e em decomposição de uma mulher, encontrado boiando em um rio.

Na outra semana, 17/5, sexta-feira, às 22h, vinte anos após o assassinato de sua melhor amiga Angie – uma jovem universitária brutalmente violentada e morta em sua casa –, Sheila encontra as evidências, que a polícia nunca havia conseguido, para resolver o crime.

Já na sexta, 24/5, às 22h, o tema é o ataque brutal a Judith Johnson, de 58 anos, e Brooke, sua neta de 6 anos, do qual só a menina sai com vida. A acusação sobre a autoria do crime acaba recaindo sobre o tio de Brooke, Clarence, que é condenado à prisão perpétua. Certa de que o marido não é um monstro, sua esposa Melinda busca encontrar o verdadeiro assassino.