isat O canal de televisão por assinatura I.Sat apresenta ao longo do mês de julho cinco produções do cinema argentino no ciclo Close Up I.Sat. A programação inclui filmes premiados no últimos anos e será exibida sempre às quarta-feiras, a partir da meia-noite. Confira:

[creditos:fa0cf0870d]
La Araña Vampiro
Divulgação / Canal I.Sat[/creditos:fa0cf0870d]

Os Lábios (2010)
Quarta, dia 3 de julho

Três assistentes sociais (Adela Sanchez, Eva Bianco e Victoria Raposo) vão a uma cidadezinha do interior argentino para fazer um levantamento e atender as necessidades básicas sanitárias dos habitantes. Em um hospital em ruínas, elas tentarão preencher as lacunas e compensar a falta de proteção que um estado ausente deixa, enquanto lidam com os seus próprios demônios.

A dupla de diretores Santiago Loza e Iván Fund apresenta esta experiência, mistura de ficção (as três assistentes são atrizes) e documentário (os moradores da cidades, não), em que se aproximam com respeito e afeto das necessidades de cidadãos desamparados. Adela Sanchez, Eva Bianco e Victoria Raposo ganharam o prêmio de melhor atuação na seção Um certo olhar do Festival de Cannes; Fund e Loza receberam o prêmio de Melhor Direção no Festival de Cinema Independente de Buenos Aires.

La Araña Vampiro (2012)
Quarta, dia 10 de julho

Jerônimo (Martín Piroyansky) tem 20 anos e ataques de pânico. Seu pai (Alejandro Awada) quer ajudá-lo, e eles viajam juntos à província argentina de Córdoba em busca de tranquilidade. Uma noite, uma aranha peluda entra no quarto do jovem e ele, com muito medo, decide matá-la. Mas a aranha consegue picá-lo. No povoado garantem que a picada dela é mortal. Começa então a sua própria viagem junto com um conhecedor de trilhas bêbado em busca da cura capaz de impedir a sua morte.

La Araña Vampiro, dirigido por Gabriel Medina (Los Paranoicos), foi o vencedor da categoria Melhor Filme Argentino no Bafici 2012 e Martín Piroyansky ganhou o prêmio de Melhor Ator no mesmo festival

Vaqueiro (2011)
Quarta, dia 17 de julho

Julián Lamar (Juan Minujín) é um neurótico ator de 33 anos que enfrenta uma crise existencial deflagrada, entre outras coisas, por não pertencer ao “sistema”. Depois dos aplausos e elogios do público ao final de uma sessão de teatro – já no carro a caminho de casa – a sensação de satisfação se transforma em amargura e desprezo. No seu labirinto mental, os outros viram alvo da sua ira. Mas aparentemente a coisa muda quando ele é chamado para fazer um teste para o papel principal do filme de um famoso diretor estrangeiro. Julián fantasia com o sucesso capaz de permitir que ele se distancie dos atores medíocres que o cercam. Esta espécie de tour pela psique do protagonista é o primeiro trabalho de direção do ator Juan Minujín (Un Año sin Amor, Sofá Cama, Dos más Dos).

O Homem ao Lado (2009)
Quarta, dia 24 de julho

A necessidade de Víctor (Daniel Aráoz) de abrir uma janela em uma parede divisória para que entre um pouco de claridade na sua casa faz com que Leonardo (Rafael Spregelburd), seu vizinho, sinta que a sua privacidade foi invadida. Estas duas personalidades antagônicas se enfrentarão a partir do que parecia um fato insignificante, tomando atitudes infames.

Cerro Bayo (2011)
Quarta, dia 31 de julho

A tentativa de suicídio de Juana (Adela Gleijer) revolucionou a família inteira. Enquanto ela está internada em coma, sua filha mais velha (Adriana Barraza) tenta descobrir por que a mãe fez aquilo. A outra, Mercedes (Verónica Llinás), ouve um boato de que sua mãe tinha ganhado dinheiro no cassino, e quer encontrá-lo para pagar as próprias dívidas. As misérias humanas de todos vão ficar expostas a partir da existência deste suposto dinheiro escondido em algum lugar.