animal Para algumas pessoas os animais de estimação fazem parte da família e é impossível superar a morte de seus bichos e companheiros, por isso há quem esteja disposto a investir quantias consideráveis para evitar a separação. Daniel Ross sabe disso e oferece a esta clientela uma opção para que os animais de estimação continuem presentes mesmo depois de mortos: empalhar cada um deles de maneira que pareçam vivos. A rotina de Daniel, um taxidermista experiente que junto com sua família ameniza o pesar de donos em luto, é registrada pelas lentes do Animal Planet na nova série "Taxidermistas", que o canal estreia no domingo, dia 25 de agosto, às 22h.


Daniel, sua família e suas "obras" são mostrados em "Taxidermistas"
Divulgação/Animal Planet

Cães, gatos, galinhas, iguanas e até guaxinins vão parar nas mãos da equipe da Xtreme Taxidermy, a empresa familiar dirigida por Daniel. Misturando ciência e arte, eles empalham o animal de forma que os mais próximos reconheçam no resultado final a personalidade do bicho – isso faz com que o momento do reencontro seja marcado por lágrimas, emoções intensas, alegria e histórias comoventes. A ideia de embalsamar cadáveres e trabalhar diariamente em meio a animais mortos parece extravagante, mas Daniel e sua família são, na maior parte do tempo, bem comuns. Eles dividem as funções na empresa e isso eventualmente gera conflitos, ainda mais porque o escritório fica no quintal e não é raro alguém trazer trabalho para casa – em um dos episódios, por exemplo, a esposa de Daniel usa o forno de casa para "assar" algo que definitivamente não é comestível. Nenhum destes momentos escapa às lentes do programa.

Alternando senso de humor e histórias comoventes, "Taxidermistas" mostra os extremos aos quais algumas pessoas podem chegar para evitar a separação. A série estreia dia 25 de agosto, às 22h no Animal Planet.