combate O canal de televisão por assinatura em pay-per-view Combate vem registrando um grande crescimento em sua base de assinantes. No início desta ano o canal informou que somente durante o ano de 2012 sua base cresceu cerca de 85%. Pensando nisto e nos futuros interessados, a redação do VCFAZ.TV resolveu pesquisar o valor cobrado atualmente pelo canais em algumas operadoras e averiguou que a diferença pode ser de até 33 reais se comparar o Combate ON oferecido pela GVT TV e o canal linear oferecido pela mesma operadora.

Confira:

A OiTV é uma das operadoras com o menor valor cobrado pelo canal Combate. Atualmente, os assinantes da empresa pagam um valor mensal de R$ 53,90. A Vivo TV e Vivo TV Plus também comercializam o canal por um custo de R$ 53,90 por mês. A operadora ViaCabo, disponível em diversas cidades do interior do país, também oferece o canal por R$ 53,90.

Na segunda posição nos menores preços está a Claro HDTV que oferece o canal aos assinantes por um custo mensal R$ 57,15. Já a operadora NET, do mesmo grupo da Claro HDTV, oferece o canal Combate com uma assinatura mensal no valor de R$ 57,90.

A operadora SKY comercializa o canal por um custo de R$ 57,90 por mês e oferece ainda a possibilidade do assinante adquirir apenas lutas avulsas pelo valor de R$ 75,90 cada luta.

A operadora de TV por assinatura GVT oferece o canal em duas modalidades. A primeira opção é composta pelo canal Combate e pelo serviço Combate ON com uma mensalidade no valor de R$ 57,90. A segunda opção traz apenas o Combate ON por R$ 24,90 por mês. O Combate ON é um serviço disponível via "Outra Chance" e permite ao assinantes assistir eventos após 24 horas da exibição ao vivo e ter à disposição um acervo com lutas exibidas há mais de 30 dias para assistir a qualquer dia e horário.