record Neste domingo, dia 11 de agosto, o programa Domingo Espetacular apresenta uma entrevista exclusiva feita por Marcelo Rezende com o ex-goleiro Bruno. O apresentador do Cidade Alerta esteve nesta sexta-feira, dia 9, no Presídio Nelson Hungria, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, para um encontro, de mais de duas horas, com o acusado da morte de Eliza Samúdio. O Domingo Espetacular vai ao ar às 19h30, logo após o “O Melhor do Brasil”, na Record.

Segundo Rezende, Bruno está um pouco mais magro, mas não é um homem abatido. Tem a voz firme e uma conversa que flui muito bem. Ele chora e ri durante a entrevista e faz revelações surpreendentes. Entre elas, de que não foi o mandante do crime, mas que sabia que Elisa estava morta.

O ex-jogador fala de todo o processo que o levaria ao crime, da vida na cadeia, dos planos para o futuro, da relação que terá com Bruninho. Sobre o filho, Marcelo Rezende pergunta: “É dia dos pais, quando a reportagem for ao ar. Você quer mandar uma mensagem ao seu filho? Um dia o Bruninho vai crescer e vai perguntar: ‘Pai onde está o corpo da minha mãe’. O que você vai dizer?

Bruno tem sonhos. “Uma coisa me passou claramente. Ele começa a se recuperar. Eu perguntei qual é o seu sonho. Ele disse que o sonho não é impossível: ‘Quando eu sair daqui, eu quero ser jogador de futebol, quem sabe voltar ao Flamengo e ainda vestir a camisa da Seleção Brasileira’”, conta o jornalista.

Marcelo Rezende pergunta sobre o relacionamento com Macarrão. “Eu perguntei: Deixa eu falar uma coisa sobre este Macarrão. Vocês tinham uma relação homossexual? Ele ri e a resposta estará no Domingo Espetacular”. Na entrevista Bruno afirma: “Eu não matei, mas me arrependo de não ter falado imediatamente que Macarrão tinha sido o homem que tinha levado ela à morte. E se eu pudesse voltar atrás, na hora que Elisa me disse que estava grávida, eu teria assumido e não estaria aqui na cadeia”.

A entrevista foi negociada durante dois anos pelas equipes do Jornalismo Record, inclusive com a participação do Marcelo Rezende. “É impressionante. Eu já fiz dezenas de entrevistas, mas a do goleiro Bruno me balançou pela sinceridade e por não fugir de nenhum assunto”.