ae Luiz Carlos Rugai, 40 anos, e Alessandra de Fátima Troitino, 33, foram mortos com 11 tiros na residência onde moravam na Rua Atibaia, em Perdizes, na Zona Oeste de São Paulo, em 2004. Segundo a acusação, o crime foi motivado pelo afastamento de Gil Rugai da empresa do pai, a “Referência Filmes”. Ele estaria envolvido em desfalque, o que teria motivado a sua demissão do departamento financeiro.

O episódio inédito de Investigação Criminal, produção do A&E que vai ao ar dia 3/12, terça-feira, às 22h30, reconstitui o crime e apresenta um panorama completo de sua investigação, do começo ao fim – desde a análise do local do crime, passando pelas diversas suposições, até o desenho de toda a sequência de ações que levaram ao estágio final do delito. Traz também entrevistas com personagens envolvidos no caso, como oo delegado Dr. Rodolpho Chiarelli, o perito criminal Ricardo da Silva Salada e o promotor criminal Rogério Zagallo.

Com linguagem documental e apuração objetiva, Investigação Criminal, uma coprodução do A&E e da Medialand, apresenta a cronologia dos fatos, a motivação dos criminosos, o contexto e os detalhes técnicos e científicos das investigações. E por meio de entrevistas com delegados, peritos criminais e legistas envolvidos nos casos – que os explicam de forma didática, com o auxílio de imagens inéditas –, a produção monta com exatidão a ordem dos fatos e apresenta detalhes desconhecidos dos inquéritos dos crimes.