sesctv Épisódio inédito da série Coleções mostra a Rota dos Tropeiros, que teve participação fundamental para o surgimento de cidades e centros urbanos no Sul do Brasil. Com direção de Belisario Franca, o programa será exibido no canal de televisão por assinatura SescTV no dia 21 de novembro, quinta-feira, às 21h30 (e 18h30 em Rio Branco).

[creditos:ac62d2a416]
Foto: Giro Produções [/creditos:ac62d2a416]

O programa conhece a cidade de Castro, no Paraná, onde há um antigo ponto de parada dos tropeiros. Era ali que se negociavam animais e produtos das regiões Sudeste e Sul do Brasil; revela o que foi o tropeirismo, que movimentou essas terras nas esferas econômica, social e cultural, gerando diversas cidades e centro urbanos; e narra como eram formadas e as funções das tropas.

No Museu do Tropeiro, a produção recorda o início do tropeirismo, em 1730, e apresenta o vestuário do tropeiro, confeccionado de acordo com estado de origem e as dificuldades encontradas pelos caminhos. “O tropeiro não usa lenço de cor porque não tem partido, ele é neutro, e está sempre com chapéu para se proteger do sol”, conta Léa Cardoso, diretora do museu. Léa também comenta sobre a Casa de Sinhara, criada em 2004 pela fundadora do museu, Judite Cardoso de Melo, como objetivo de preservar e valorizar a memória das mulheres no período do tropeirismo.

O documentário fala sobre a Feira de Muares, criada em 1750, na cidade de Sorocaba, interior de São Paulo, onde animais eram comercializados. A feira foi um dos maiores eventos econômicos do país na época. As regiões de Campos Gerais, no Paraná, e Santa Catarina, onde havia paradas de tropeiros, também são comentadas no programa.