No terceiro episódio da terceira temporada de República do Stand-Up, Rafael Cortez acumula as funções de apresentador do programa e de comediante da vez, e arranca muitas risadas logo de cara por conta de toda sua “modéstia”.

O comediante divide com a plateia momentos um pouco íntimos – e convenhamos, constrangedores, mas muito hilários – como ir ao motel de táxi e ser reconhecido pelo taxista, que manda um “manda bala, Rafael Cortez” ou ainda quais são os sons que ele ou a parceira (da vez) faz na hora do “frens frens” ou “fornicação” na linguagem erudita que ele insiste em ensinar ao público, afinal, Cortez também é cultura, e por aí vai… Ele até recebe um convite, digamos assim, ousado (ou louco, sei lá!). Assistam e confiram.