Na segunda-feira, 04 de maio, a Sky estreia um novo filme com a modelo Gisele Bündchen. Desta vez, em vez de chamar a atenção apenas para o serviço da operadora, Gisele falará sobre pirataria, em uma iniciativa inédita no setor.

Gisele assume o papel de uma agente e “desarma” uma caixa pirata. O resultado é que a TV que transmitia imagem ruim passa a exibir o sinal perfeito da SKY, bem na hora de começar um jogo. A cantora Claudia Leitte, também garota-propaganda da SKY, protagonizou um filme que abordou a mesma temática, em março.

A expectativa é que possamos atingir os mais diversos públicos. Essa é uma questão relevante para o mercado de TV paga e entendemos que, de uma forma lúdica, podemos sensibilizar a população sobre o assunto”, observa o diretor de Marketing da SKY, Marcelo Miranda.

Hoje, no Brasil, mais de 65 milhões de domicílios contam com TV, e cerca de um terço tem acesso a TV paga. Contudo, conforme revelou estudo realizado pela H2R Pesquisas Avançadas, a pedido da Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA), 18,4% das assinaturas são clandestinas, ou seja, mais de 4 milhões de domicílios brasileiros utilizam caixas de TV piratas, popularmente conhecidas como “gatonet”. O dado mais alarmante, porém, é que 58% da população que pratica a clandestinidade assumidamente não a vê como crime.