O VCFAZ.TV traz em primeira mão as novidades da sessão "Seleção Brasileira", que apresenta os destaques do cinema atual brasileiro no Canal Brasil. Um dos destaques é a estreia do aclamado "Branco Sai, Preto Fica" (dia 04 de agosto, às 22h), de Adirley Queirós. No longa, tiros em um baile de black music na periferia de Brasília ferem dois homens, que ficam marcados para sempre. Um terceiro vem do futuro para investigar o acontecido e provar que a culpa é da sociedade repressiva.

O filme do mês é "O Rio Nos Pertence" (dia 25 de agosto, às 22h) e tem no elenco nomes como Leandra Leal, Mariana Ximenes e Jiddu Pinheiro. Após 10 anos longe da cidade do Rio de Janeiro, Marina (Leandra Leal) recebe um cartão postal misterioso que a faz retornar à cidade. Sem saber claramente os motivos que a fizeram retornar, ela procura por respostas. Aos poucos, sua mente é conturbada com paranoias e os sonhos começam a se confundir com a realidade.

Outro destaque é o premiado "O Som ao Redor" (dia 18 de agosto, às 22h), filme de Kleber Mendonça Filho, com Irandhir Santos, Gustavo Jahn, Maeve Jinkings entre outros. O longa foi destaque em diversos festivais, mostra a presença de uma milícia em uma rua de classe média na zona sul do Recife muda a vida dos moradores do local. Ao mesmo tempo em que alguns comemoram a tranquilidade trazida pela segurança privada, outros passam por momentos de extrema tensão. Ao mesmo tempo, casada e mãe de duas crianças, Bia (Maeve Jinkings) tenta encontrar um modo de lidar com o barulhento cachorro de seu vizinho.

Já o inédito "Anna K." (dia 11 de agosto, às 22h) é protagonizado por Leona Cavalli. Apaixonada pela cultura russa, Joana Fonseca (Cavalli) desenvolve uma dupla identidade na qual acredita ser uma versão de Anna Karenina, protagonista do livro homônimo escrito por Leon Tolstoi. Ela está em tratamento com um analista, que acredita que ter aulas de russo possa ajudá-la. É desta forma que entra em sua vida o professor Nikitin (Vadim Nikitin), que passa a lhe dar aulas particulares. Nikitin acompanha não apenas as transformações de Joana, mas também suas projeções no alter-ego Anna K., e aos poucos se apaixona por ela.