A Embratel celebra a contagem regressiva de um ano para os Jogos Olímpicos Rio 2016. A empresa investiu ao longo dos últimos anos para oferecer uma das mais modernas infraestruturas de Telecomunicações do mundo para o evento, e já está trabalhando ativamente com toda a sua estrutura tecnológica nas etapas de testes para os Jogos, com equipes multidisciplinares de engenheiros, técnicos e especialistas, para gerenciamento do Technology Operational Center (TOC) e nas Venues (locais de provas). Essa estrutura vai receber os mais de 10 mil atletas, de aproximadamente 200 diferentes países.

O nosso compromisso com o Comitê Organizador, Comitê Internacional e demais parceiros Olímpicos é fazer de 2016 a melhor edição de todos os tempos”, diz Marcello Miguel, Diretor Executivo da Embratel Claro Empresas. “O projeto olímpico da Embratel foi desenhado para possibilitar o perfeito funcionamento da estrutura de Telecomunicações antes, durante e depois do evento”, afirma o executivo, destacando que a Embratel entregará com excelência o amplo portfólio de serviços de telecomunicações nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

No que diz respeito à infraestrutura, os Jogos Olímpicos Rio 2016 têm uma característica desafiadora, pois em apenas 19 dias realizará 306 disputas, com competições que ocorrerão simultaneamente em diferentes localidades da cidade, demandando alta disponibilidade de rede, dados e velocidade das soluções tecnológicas. Por isso, a Embratel disponibilizará para os Jogos pontos de WiFi, Internet 3G e 4G, além de um Data Center próprio para hospedar os servidores e dados do Comitê Rio 2016, que foi construído com nova e diferenciada estrutura na cidade do Rio de Janeiro. Este Backbone Olímpico, exclusivo e dedicado ao projeto, tem uma das mais modernas estruturas do mundo, com 358 quilômetros de rede de Telecom.

A empresa estima que serão necessárias cerca de 18.000 linhas fixas, 25.000 SIM Cards, 80.000 pontos de rede para suportar as 148 venues (locais de competição e não competição) dos Jogos Olímpicos Rio 2016. A Embratel prevê um fluxo de mais de 3 milhões de mensagens SMS a serem enviadas por mais de 7,5 milhões de torcedores que deverão acompanhar os Jogos.