Um bem humorado e emocionado Jô Soares é o convidado desta sexta-feira (24), do ‘Conversa com Bial’. Ele relembra momentos de suas seis décadas de carreira e fala sobre a nova obra “O Livro de Jô – Uma Autobiografia Desautorizada”. A posse na Academia Paulista de Letras, no ano passado, foi o empurrão que faltava para que as memórias fossem colocadas no papel. "Pela primeira vez, já com 78 anos de idade, tive que escrever sobre mim mesmo“.

O resultado da decisão é uma obra monumental, escrita com o jornalista Matinas Suzuki Jr. Nas quase 500 páginas estão passagens memoráveis na televisão, no teatro e no cinema, além de detalhes da vida pessoal do humorista. Na conversa com Pedro Bial, Jô fala muito sobre a mãe, Mercedes Leal, que engravidou dele aos 40 anos, e o pai, o empresário Orlando Heitor Soares.

Muito emocionado, Jô também lembra de seu filho Rafael Soares, que faleceu em 2014, aos 50 anos, em decorrência de um câncer. “Rafael tinha autismo, uma doença que ninguém conhecia direito quando ele nasceu. Sempre tive muito orgulho de seu talento musical. Era pianista, concertista, dono de um ouvido absoluto", conta Jô.

Exibido após o ‘Jornal da Globo’, ‘Conversa com Bial’ com a participação de Jô soares vai ao ar no dia 24 de novembro.