Depois de ser flagrado por Adinéia (Ana Lúcia Torre), Samuel (Eriberto Leão) não esperava ser surpreendido novamente em tão pouco tempo. Apesar de todo o cuidado para evitar que Suzy (Ellen Rocche) descobrisse seu relacionamento com Cido (Rafael Zulu), o médico não contava com a persistência de Clara (Bianca Bin) para desmascará-lo também para a esposa. A neta de Josafá (Lima Duarte) vai até o hospital, convence Suzy a tirar algumas horas de folga e a convida para um lanche. Tudo não passa de desculpa para levar a enfermeira até o “abatedouro” de Samuel.

O plano é certeiro. Suzy acompanha Clara até o prédio de Samuel e, quando ela abre a porta do apartamento, a enfermeira flagra o marido de calcinha junto com Cido, e arma um verdadeiro barraco. “Uiii! Tigrão? Tigresa? Minhas calcinhas…. eu te mato! Eu te mato”, grita ela. Suzy parte para cima do médico, enquanto Cido tenta conter a fúria da enfermeira. “Toma também. Bicha! Bicha! Bichas”, diz ela, enquanto acerta uns tapas também no motorista de Sophia (Marieta Severo). Desolada, Suzy arranca a peruca de Samuel e lamenta: “Meu marido é gay, meu marido é gay!”. Enquanto isso, Clara assiste “de camarote” e encara Samuel antes de ir embora do local.

As cenas estão previstas para ir ao ar amanhã, quinta-feira, dia 11., na novela O outro lado do paraíso, em exibição pela TV Globo.