No dia 22 de fevereiro, quinta-feira, às 22h40, o canal History estreia com exclusividade em toda a América Latina a aclamada série dramática Knightfall: A Guerra do Santo Graal.

Produzida pelo A+E Studios, em parceria com The Combine de Jeremy Renner, Island Pictures e Midnight Radio, a primeira temporada da série, com dez episódios, transporta a audiência para a Idade Média e ao interior do regime da época e do conflito armado enfrentado pelos Cavaleiros Templários, a poderosa, rica e misteriosa ordem militar responsável pela proteção das relíquias mais preciosas do Cristianismo, como o Santo Graal e segredos valiosos que poderiam destruir a própria Igreja.

Gravada na República Tcheca e Croácia, a nova série dramática do History entra profundamente no íntimo do mundo clandestino da lendária irmandade desses monges guerreiros. Das batalhas na Terra Santa, os conflitos com o rei da França e a traição que finalmente os levaria a sua trágica dissolução numa sexta-feira 13 de 1307 (data que até hoje é sinônimo de má sorte), Knightfall levará às telas de toda a América Latina a história dos Cavaleiros Templários, para contá-la como nunca feito antes, revelando quem eram esses cavaleiros, como viviam e as crenças pelas quais estavam dispostos a sacrificar suas vidas.

"Knightfall é um drama com conteúdo histórico em que a história e o drama são igualmente considerados", destaca Dan Jones, historiador e escritor, que atuou como consultor para a série. E acrescenta: "É uma história sobre o que considero ser a parte mais interessante sobre os templários: a queda da ordem e como foi derrubada por um ataque dirigido pela campanha e liderado pelo rei Felipe da França. O drama histórico hoje em dia está muito focado nas histórias originais, mas Knightfall conta a história dos templários no seu final. A série acompanha as vidas e experiências de um grupo de templários em Paris, que sonham em voltar a seus papéis anteriores. No primeiro episódio, descobrimos que o Santo Graal (um artefato mitológico estreitamente relacionado com os templários ao longo da história) desaparece; isto inicia a ação dos nove episódios seguintes. É uma história muito humana, com muitos personagens projetando suas próprias esperanças e temores ao encontrar o Graal".