No próximo dia 28 de março, às 20h, a TV Escola estreia a nova temporada do ‘Salto para o Futuro’. Sob o comando de Bárbara Pereira e Murilo Ribeiro, o programa ganha um novo cenário e alguns episódios ao vivo durante o ano. “A ideia é ter o Salto como uma sala aberta que vai pensar e debater a educação com a participação de toda a sociedade", explica Claudio Jardim, diretor de produção da TV Escola. “Os programas ao vivo vão envolver temas que impactam a educação porque mobilizam a sociedade”, completa.

Na grade do canal há mais de 25 anos, o ‘Salto para o Futuro’ informa e debate sobre os principais assuntos relacionados à educação brasileira. Toda semana, os apresentadores recebem especialistas e personalidades que discutem experiências bem-sucedidas e iniciativas inovadoras na área da educação, além dos assuntos que afetam toda a sociedade.

O episódio de estreia receberá a professora Maria Helena Guimarães, secretária-executiva do Ministério da Educação, e Eduardo Deschamps, presidente do Conselho Nacional de Educação, para debater as políticas nacionais educativas. “Nesta nova temporada, queremos ampliar ainda mais os debates sobre temas que estão no cotidiano da sociedade e que impactam diretamente no ambiente escolar. Como a escola não está apartada da sociedade, muitos desses temas influenciam o dia a dia das salas de aula e dos diversos espaços escolares. Temas como saúde, comportamento, cultura, inclusão e políticas educacionais se somaram ao selo de qualidade do Salto, que sempre procurou refletir sobre metodologias e práticas educativas. Estamos muito felizes em poder abordar temas que são tão relevantes para educadores e pais”, explica Bárbara Pereira.

O “Salto” é a atração mais antiga da TV Escola. O programa estreou antes mesmo do Canal da Educação, em 1991, na antiga TV Educativa do Rio de Janeiro. Na época, recebeu o nome de “Jornal da Educação” e foi considerado uma experiência piloto, voltada para professores e exibida em horário nobre, na TV aberta.