A TV Escola está de visual novo e até o fim de março cerca de 80% da grade de programação também será nova. Único canal aberto 100% educativo do Brasil, a emissora lança, pela primeira vez em mais de 20 anos, uma campanha publicitária de âmbito nacional e com peças que irão contemplar oito estados e mais o Distrito Federal.

A campanha, desenvolvida internamente pelos publicitários Helmut Gondim e Renata Granchi, tem como objetivo aumentar a audiência e o engajamento dos telespectadores, divulgar a nova programação e solidificar a presença da marca. Dos R$ 15 milhões de reais investidos nessa nova fase do canal, R$ 4 milhões são para a nova campanha.

A nova marca do canal foi criada pela designer Ruth Reis e sua equipe. Ruth tem uma longa carreira marcada pela criação de novas identidades visuais para programas de televisão. Em 2000, fundou a Cia de Design, onde dedica-se à identidade corporativa, em especial para televisão. Segundo a designer, o conceito da marca vem do significado original da palavra educar: direcionar para fora.

Até o final de março cerca de 80% da grade da emissora será de novidades. Sejam programas inéditos ou os já conhecidos do público, mas reformulados. A nova programação levou em conta uma pesquisa encomendada pela TV Escola para o Instituto GPP, em sete capitais brasileiras, sobre o universo de consumo de TV. O resultado mostrou que existe uma demanda por programas educativos.

A programação estabelece uma nova dinâmica de faixas de programa e público, inclusive com uma inédita faixa voltada para programas infantis. A grade da TV Escola passa a ser dividida em Criança (4 a 10 anos), Jovem (11 a 18 anos), Mundo da Educação e Adulto, com conteúdos diretamente relacionados ao currículo da educação básica e outros não-curriculares, mas ligados à educação. Serão mais de 15 programas inéditos, entre séries, animações, documentários, filmes etc.