No fim da noite desta quinta-feira (19), aconteceu a final da 18ª edição do "Big Brother Brasil". Em uma edição que teve a maior audiência dos últimos oito anos, saiu como vencedora a participante Gleici.

Com 57,28% dos 130 milhões de votos, a acreana ganhou o prêmio de R$1,5 milhão e um carro. Personalidades como a ex-presidente Dilma Rousseff, a escritora Glória Perez, as cantoras Marília Mendonça e Gabi Amarantos declararam apoio a participante.

Aos 22 anos, a estudante de psicologia de Rio Branco, no Acre, Gleici vem de uma família com dois irmãos, 15 tias, 50 primos e é a única entre eles que concluiu o ensino médio e que cursa uma faculdade. Nascida na zona rural, teve uma infância difícil. É ativista de Direitos Humanos e militante da Juventude Negra, e defende muito o feminismo por tudo que viu a mãe passar.

Dentro da casa, Gleici sempre se manteve tímida e sem grandes conflitos. Seus primeiros momentos de destaque aconteceram ao contar parte de sua história de vida. Ela se emocionou ao relembrar as dificuldades enfrentadas fora da casa e contou sobre a morte do pai. Desde o começo do programa ela manteve um affair com Wagner, que chegou a se tornar um romance.

O momento marcante de Gleici na casa foi a falsa eliminação, quando foi enviada para o quarto farol. No cômodo, localizado no segundo andar da casa, ela pôde assistir tudo o que aconteceu na casa e retornou ao convívio comum depois de três dias. Depois de ficar muito emocionada, a sister fez um retorno triunfal e mandou Patrícia para a berlinda. Durante a edição, a Gleici não desgrudou de Ana Clara e as duas formaram um dupla inseparável.

O sírio Kaysar e a ONU

Pelo segundo lugar, Kaysar ganhou R$150 mil e ainda dois carros, vencidos em provas do líder. Nascido em Alepo, na Síria, Kaysar tem 28 anos. Saiu de seu país há sete anos e foi morar na Ucrânia, mas teve que sair de lá por causa da violência. Está há três anos em Curitiba, totalmente adaptado ao Brasil e feliz com a liberdade que tem. Trabalha como garçom, é treinador de papagaios – e apaixonado pelo animal – e animador de festas infantis nas horas vagas.

Durante o programa, Kaysar demorou a “explorar” o conflito na acirrada disputa de popularidade —em alguns momentos, até evitou o assunto. Com cabelo mutante, danças frenéticas, a aparente ingenuidade e o jeito enrolado de falar marcaram mais sua passagem pela casa do que as histórias de dificuldades e perdas. Kaysar ficou próximo aos "vilões" do jogo e viu seus companheiros serem eliminados um a um. Vivu um romance com Patrícia e um "quase romance" com Jéssica.

Kaysar sempre garantiu que queria ganhar o prêmio para ter dinheiro suficiente para tirar sua família da Síria. Tiago Leifert anunciou que a ONU (Organização das Nações Unidas) irá ajuda-lo a tentar resolver a sua situação e trazer sua família para o Brasil.

A família Lima

O terceiro colocado, a família Lima, ficou com R$50 mil reais, mais R$20 mil e um carro, prêmio em vencidos em provas durante o programa.

Eles entraram na casa antes de todos e em grupo. Ayrton e Ana Clara que disputaram o prêmio de como um único jogador, Formada pelos pais Ayrton, 56 anos, Eva, 52 anos, a filha Ana Clara, de 21 anos, e o sobrinho Jorge, foram os primeiros habitantes da casa, onde esperaram a entrada dos demais 16 concorrentes. A "dinâmica" proposta pela produção é que o público escolheria dois entre os quatro familiares para permanecer na disputa, atuando como um único jogador.

Embora uma grande polêmica tenha se dado logo nos primeiros dias do reality pelo fato de Ayrton e Ana Clara trocarem carinhos vistos por boa parte do público como excessivos numa relação pai e filha, foram justamente o pai e a filha os mais votados para permanecer no confinamento. Durante o programa, Ana Clara angariou a simpatia do público pela espontaneidade e maturidade perante o jogo. Ayrton foi rejeitado pelos moradores da casa, o que causou muito sofrimento na filha.

Ana Clara ganhou espaço após beijar Breno em duas festas no reality e depois ser deixada de lado pelo brother, que se envolveu com Jaqueline e, posteriormente, com Paula. A ruiva também protagonizou boas cenas ao exagerar no álcool durante as comemorações.

Ayrton ficou conhecido pelo seu mau humor e constantes discussões com os demais brothers. O gênio forte do patriarca da família Lima foi determinante para diversas brigas dentro da casa.