"Espiões Na Natureza", superprodução da BBC que passa a integrar a programação do Discovery na segunda-feira (11), utiliza tecnologia de ponta, camuflagens e disfarces inusitados para registrar interações genuínas entre animais selvagens em seus próprios habitats, dispostos em diversas partes do mundo. As câmeras que filmam toda a ação da série estão escondidas em animais robóticos.

As imagens compiladas em cada um dos episódios foram captadas por esses robôs que se locomovem, emitem sons e parecem animais que não representam ameaça àqueles que irão “espiar”. O disfarce é perfeito: os robôs são operados remotamente são reconhecidos como pares pelos animais e se inserem perfeitamente nas dinâmicas selvagens. O resultado são registros comoventes, inéditos e impressionantes, feitos a partir do contato direto e muito próximo.

No episódio de estreia da série, um bando de hienas está curioso com o novo filhote que apareceu na savana – é o robô da série. Um filhote de jacaré robótico mostra o emocionante momento do nascimento desses répteis e a câmera escondida nos olhos de uma ave artificial se infiltra em uma manada de elefantes que protege seus filhotes. Na Índia, os macacos langur inserem o robô filhote como parte do bando enquanto a câmera capta os sofisticados comportamentos sociais desses animais. Na Antártida, os pinguins iniciam a fase de acasalamento, constroem seus ninhos e procuram seus pares sem desconfiar que há um espião entre eles.

"Espiões Na Natureza" estreia dia 11 de junho, às 23h10 no Discovery.