Andréia Horta vai comandar pela primeira vez um programa de TV: a atriz está à frente da nova temporada de “O País do Cinema”, que chega ao Canal Brasil no dia 26 de julho, às 21h30 – mas, a partir de 24/7, dois dias antes da estreia, os três primeiros episódios poderão ser assistidos no Canal Brasil Play, e estarão abertos também para não assinantes. Depois de duas temporadas com Fabiula Nascimento, agora é a vez de Andréia passear pela história recente e por fases marcantes do cinema nacional, na única série que discute a produção brasileira sem estar, necessariamente, atrelada aos lançamentos.

Entre os convidados da atriz nos 26 episódios dirigidos por Marcello Ludwig Maia estão os atores Daniel de Oliveira, Karine Teles, Camila Pitanga e Camila Morgado. A lista conta ainda com nomes de peso como Julio Bressane, Bráulio Mantovani, Cláudio Assis, Sérgio Rezende, Carolina Jabor, Jorge Durán e Hilton Lacerda, entre outros.

Quando o Marcello (Ludwig Maia) me convidou para apresentar o programa, aceitei imediatamente porque tinha certeza de que conversar com pessoas que dedicam seu tempo à poesia da vida, fazendo cinema, ia me trazer aprendizado e alegria. Foram duas semanas de conversas com cineastas e atores de todas as gerações. Vi filmes interessantíssimos, artistas instigantes, temas que precisamos discutir, atuações memoráveis, dei muitas gargalhadas, me emocionei várias vezes. Mineira que sou, adoro uma boa conversa!”, conta Andréia.

De acordo com ela, apesar de os filmes discutidos no programa não serem obrigatoriamente estreias, todos são extremamente atuais, falam de coisas que precisam ser ditas hoje. O papel da mulher na sociedade contemporânea, por exemplo, é pauta de muitas conversas – entre as destacadas por ela estão a com Gabriela Amaral e Luciana Paes sobre Animal Cordial (2018) e com Caroline Leone e Magali Biff sobre Pela Janela (2018).

As questões femininas também estão bastante presentes no episódio de estreia, com Laís Bodanzky e Maria Ribeiro, diretora e protagonista, respectivamente, de Como Nossos Pais (2017) – filme que, como Andreia apresenta logo nos primeiros minutos do programa, é “sobre ser mulher, ser filha e ser mãe, tudo ao mesmo tempo e agora”. A apresentadora, em seguida, pergunta à diretora se é verdade que o projeto surgiu a partir do título da canção de homônima de Belchior. Ao que Laís explica que sim: “foi assim, como uma provocação para mim”.