De balconista de padaria obcecado por Carmem Miranda e papéis antigos, a maior ladrão de livros raros do país. A trajetória incomum e intrigante de Laéssio Rodrigues de Oliveira é tema do documentário “Cartas Para um Ladrão de Livros”, que a GloboNews exibe no sábado (28).

O filme acompanha a vida de Laéssio, que chegou a frequentar altas rodas de merchants e colecionadores de arte para, em seguida, estampar as páginas dos cadernos policiais por furtar livros, gravuras e revistas raras.

Os diretores Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros acompanharam cinco anos da trajetória de Laéssio em dois momentos: preso e em liberdade. O filme também traz entrevistas com curadores de bibliotecas, de museus e de casas de leilões de onde Laéssio roubou obras valiosas. Para o ladrão assumido, não existe problema em furtar bens públicos que ninguém realmente lê, e permanecem em mau estado nas estantes das bibliotecas.

“Cartas Para um Ladrão de Livros” estreia dia 28 de julho, às 16h30 na GloboNews.