Congestionamentos causados por excesso de carros, transporte público ineficiente e tantos outros problema de mobilidade urbana resultam em um gasto anual de 267 bilhões de reais no Brasil. Além dos impactos no bolso, a imobilidade nas grandes cidades faz com que as pessoas percam não só tempo, mas também saúde e tranquilidade.

A partir de terça-feira (07), a série "Em Movimento", da GloboNews, discute problemas e soluções em diversas capitais do Brasil e cidades como Londres, Nova York e Tóquio. Os 12 episódios mostram a integração no transporte público, como funcionam metrô, VLT e bicicleta em cidades pensadas para carros, e o trabalho de centros de pesquisa como a COPPE, no Rio de Janeiro, que já estão testando alternativas de transporte com energia limpa para os próximos anos.

Os repórteres Murilo Salviano e Victor Ferreira e os correspondentes Rodrigo Carvalho (Europa) e Felipe Santana (Nova York) testam diversos modais para mostrar como funciona o transporte nas principais metrópoles do Brasil e do mundo. No Brasil, Victor Ferreira navega pela hidrovia do rio Tapajós, a mais usada no Pará para transporte de passageiros e cargas. O repórter, que também acompanha a jornada dos caminhoneiros para levar milho e soja do Mato Grosso até o porto de Miritituba, no Pará.

Especialistas como Clarisse Linke, Carlos Aranha, Vladimir Fernandes Maciel e Ciro Biderman que analisam tecnicamente o que pode ser feito para garantir uma mudança que traga eficiência no transporte coletivo.

A série "Em Movimento" estreia dia 07 de agosto e vai ao ar às terças-feiras, às 21h30, na GloboNews.