Criador de personagens inesquecíveis como Os Fradinhos, a Graúna e Zeferino, Henfil usou seus desenhos para lidar com a hemofilia e sua inquietação criativa. Reconhecido pela genialidade, o cartunista, que se tornou uma figura marcante no período de redemocratização do Brasil, é tema do documentário que leva seu nome e que a GloboNews exibe neste sábado (05).

O documentário, fruto da parceria do canal com a Globo Filmes e com a Documenta Filmes, traz depoimentos dos cartunistas Jaguar, Aroeira e Ziraldo, além dos jornalistas Lucas Mendes, Sérgio Cabral e Tárik de Souza e de parte da família de Henfil. O filme traz também a perspectiva de dos jovens animadores sobre o veterano.

Uma das preciosidades da obra são os 40 rolos de Super 8, um tipo de filme, inéditos gravados pelo próprio Henfil recuperados para o documentário. “Vemos o mundo através dos seus olhos. São gravações que ele fazia dele mesmo, da sua família, das suas viagens: Estados Unidos, Natal e Fernando de Noronha”, diz a diretora Angela Zoé.

"Henfil" estreia dia 05 de janeiro, às 16h30 na GloboNews.