Jornalismo investigativo é o mote da nova minissérie "Contracapa", que pré-estreia segunda-feira (21) na TV Brasil. Com 13 episódios de 52 minutos cada, a série mostra os bastidores da construção da notícia, sob a ótica do jornalismo investigativo.

Ambientada em grande parte na redação do jornal fictício ‘Gazeta Brasileira’, sediado em Curitiba (PR), a série acompanha o dia a dia de jornalistas que se veem envolvidos na produção de grandes reportagens investigativas, ao mesmo tempo em que precisam lidar com seus dilemas pessoais e um mercado em crise – tanto financeira quanto de credibilidade.

"Contracapa" propõe uma discussão ampla não só sobre o tradicional trabalho jornalístico, mas também sobre as várias peculiaridades, contradições e desafios que cercam a profissão e o modelo de negócios de uma empresa de comunicação. A série apresenta a rotina dos profissionais que trabalham na linha de frente, apurando informações, escrevendo matérias e editando reportagens.

A série aborda o trabalho de uma equipe de jornalistas de um tradicional jornal impresso, em crise financeira e de credibilidade, que inicia uma investigação de grande esquema de corrupção envolvendo a produção sistemática de dossiês com o vazamento de informações sigilosas de inquéritos criminais. Os documentos vazados podem desvelar um escândalo de corrupção, comprometendo políticos e pessoas influentes, incluindo o próprio jornal no qual os personagens principais trabalham.

A pré-estreia de "Contracapa" acontece no dia 21 de janeiro, às 23h45, na TV Brasil.
A partir do dia 28 de janeiro vai ao ar sempre às segundas-feira.