A história de esperança, amor e coragem da jovem Aminata Diallo, que emocionou Canadá e Estados Unidos, será vista pela primeira vez no Brasil. A partir desta sexta-feira (18), a Globo exibe a série ‘Meu Nome É Liberdade’ (‘The Book of Negroes’, no original), produção canadense e sul-africana baseada no premiado romance de Lawrence Hill.

Os seis capítulos mostram a trajetória de Aminata (Aunjanue Ellis), que aos 11 anos é raptada na África Ocidental e levada para a Carolina do Sul como escrava no final dos anos 1700. A personagem passa por inúmeros obstáculos em uma vida marcada pela superação. Aminata aprende a ler e a escrever, conquista oportunidades e, em meio à Guerra da Independência Americana, é recrutada para ajudar a registrar os nomes dos negros que trabalhavam para a Inglaterra, em um documento conhecido como ‘O Livro dos Negros’. Neste livro são anotados os nomes e as descrições dos 3.000 afro-americanos que fugiram ou foram levados pelos ingleses para a Nova Escócia.

Até conquistar a liberdade, Aminata percorre uma longa jornada de volta à terra natal. Por sua vida, passam pessoas importantes como Chekura Tiano (Lyrig Bent), um companheiro escravo, com quem ela se casa em uma cerimônia clandestina.

Na dublagem, os atores Sheron Menezzes, Érico Brás e Ailton Graça dão voz aos personagens principais. ‘Meu Nome É Liberdade’ estreia dia 18 de janeiro, às 23h e vai ao ar às sextas-feiras, após o ‘Big Brother Brasil’ na Globo. A produção também estará disponível no Globoplay.