Nesta sexta (15), o Amazon Prime Video estreia a "Lorena", série documental de quarto episódios. Com produção executiva de Jordan Peele, estreia logo após première mundial realizada dia 29 de janeiro no Sundance Film Festival).

Dirigido pelo cineasta Joshua Rofé ("Lost for Life"), a produção revela a verdade por trás do notório caso de John Wayne e Lorena Bobbitt e contesta a narrativa apresentada até hoje em torno do ocorrido. Nos anos 1990, a manicure venezuelana radicada nos EUA Lorena castrou o então marido, John, com uma faca e depois jogou o pênis fora. A proposta é buscar entender, entre outras questões, se o abuso conjugal e a violência doméstica são justificativas para essas ações violentas. Lorena Bobbitt, por exemplo, contou ter sido estuprada pelo marido em diferentes ocasiões, inclusive naquela noite de 23 de junho.

A série apresenta uma nova perspectiva sobre a história de Lorena Bobbit e como este caso influenciou os noticiários e o sensacionalismo em coberturas midiáticas em tempo real. O caso se espalhou em manchetes sensacionalistas de tabloides e piadas de programas de TV, um desperdício de uma história que deveria ter sido utilizada para gerar um debate nacional sério em torno da violência (doméstica ou não) contra mulher nos Estados Unidos.

"Lorena" é uma visão inovadora do caso, uma re-investigação dos profundos problemas e dolorosa tragédia humana em torno deste abominável escândalo americano. A série estreia dia 15 de fevereiro no Amazon Prime Video.